sexta-feira, 16 de março de 2018

Eu Amo JP @Fluente


Eu Amo JP @Fluente

 
A tardezinha mais interativa da Cidade chega ocupando a sua agenda e tirando você de casa por motivos de BOA CAUSA.
Eu Amo JP retoma os espaços do Fluente trazendo música, cultura, beleza, gastronomia, estilo e o principal, apoio a quem precisa.
Nossa campanha e objetivo permanecem intactos, destinando o valor da entrada e alimentos arrecadados a instituição APAE.
E nessa edição, todo o ESTOQUE DA LLAMA estará com preços incríveis para você renovar seu guarda-roupas. Todos os tênis ALL STAR a preço de custo!
Venha participar com a gente e fazer do seu dia uma experiência surpreendente!

O que vai rolar:
?‍?????☕? Gastronomia (empanadas, hamburgueria, sanduíches, vegan food, doces, cafés, achocolatados).
??? Moda (lançamentos de coleções, roupas, calçados, acessórios).
??Música (Show com André Prando + Djs convidados)
✂✂ Espaço para renovar a cabeleira (Thais Apolinário)
⚓⚓Estilo (Flash Day Tattoo e Piercing)

? Entrada R$ 5,00 ou 2kg de alimentos não perecíveis (a entrada será integralmente doada a APAE-ES)
*após às 20 horas será cobrado o valor da festa da noite.

??Atenção Pais e Mães, seus filhos são bem-vindos.

Horário: 15h às 20h

♥ Sobre a APAE ♥
Nesta edição a instituição beneficiada e colaboradora será a APAE - Vitória ES.
A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Vitória (APAE) é uma instituição do Terceiro Setor, sem fins econômicos, que presta atendimento de qualidade a pessoas com deficiência intelectual e/ou múltipla e/ou autismo. Atua nas áreas de prevenção, diagnóstico, reabilitação, aprendizagem e inclusão no mercado de trabalho, visando à inclusão social.

EXPOSITORES
- Leonardo Loreto Lançamento coleção Paradise
- Cordinhas in Love - Acessórios
- LLAMA - Moda e Estilo (Todo o estoque a preços de bazar!)
- terrAroma - Sabonetes orgânicos

Espaço Thais Apolinário - Cortes de cabelo com estilo.

FLASY DAY TATTOO e PIERCING
Juan Victor Diaz - Tattoo
Francine Dias - Body Piercing
Peterson Coelho Tattoo
Maclaus Tattoo

GASTRONOMIA
- Empanaderia do Rapha (Empanadas e Alfajor)
- Romero Carniceria (hambúrguer, sanduíches, veganos)
- Kaffa Cafeteria (cafés, Hop & Cold, doces)

MÚSICA
Show com André Prando
+++ Djs convidados

Acesse: www.grupoantimofo.com.br

IMPORTANTE:
Atitudes machistas, racistas, homofóbicas, transfóbicas e/ou de qualquer tipo de preconceito ou assédio não serão permitidas!
Tomaremos medidas legais ou expulsaremos do evento!
Caso aconteça algo durante a festa reporte para alguém da organização! Estamos prontos para atendê-los!

FLUENTE
Av. Saturnino Rangel Mauro, 505
Jd da Penha - Vitória - ES
Aceitamos Visa, Master, Elo e Banescard
Alimentação | Área aberta e climatizada | Área de fumantes

INFO:
www.grupoantimofo.com.br/
www.facebook.com/fluente.art.br
www.facebook.com/groups/antimofo

Respeite a vizinhança;
Ao sair fale baixo, estamos em uma área residencial.
*E lembre-se: a rua não é banheiro. Utilize nossos banheiros antes de ir embora.

VENHA DE BIKE! ?‍♀

Fonte: https://allevents.in/vit%C3%B3ria/eu-amo-jp-fluente/303551130171185

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Sinfônica do ES divulga temporada de concertos do primeiro semestre


Tchaikovsky será a grande atração do semestre
A Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo (Oses) acaba de lançar a Temporada do primeiro semestre de 2018. Serão diversas apresentações, divididas em séries, como as já tradicionais séries Quarta e Quinta Clássicas, Pré-estreia e Concertos Sinfônicos, além das séries de formação de plateia, como os Concertos para a Família, Orquestra nas Escolas e Sinfônica no Parque.
Nas apresentações, o grande destaque da temporada será o compositor russo Tchaikovsky, lembrado esse ano pelos 125 anos de sua morte. Além de ganhar o concerto de abertura da Temporada totalmente dedicado às suas obras, outras importantes peças do mesmo compositor serão executadas ao longo do semestre.
Importante frisar que, neste primeiro semestre, ao invés de se apresentar no Teatro Carlos Gomes, que está fechado para reformas, a orquestra se apresentará no teatro do Centro Cultural Sesc  Glória,  com ingressos a R$10 (inteira) e R$5 (meia).
Outro destaque é o concerto em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, quando será interpretado o Concertino para Flauta, da compositora francesa Cécile Chaminade. A peça terá como solista a flautista da Oses, Luíza Braga.
Outros compositores clássicos serão lembrados, como Mendelssohn, Dvorak, Bruch, Borodin, Rimsky-Korsakov e Bellini. Haverá um concerto especialmente dedicado aos compositores clássicos brasileiros, Carlos Gomes, Villa-Lobos e ao jovem compositor Alexandre Guerra.
Dentre os projetos transversais, destaque para o Concerto com o Grupo de Ticumbi de Conceição da Barra (Mestre Terto) e o Concerto de Trilhas de Filmes. A orquestra participará, com uma apresentação única, do Festival Sergio Sampaio e realizará o Concerto Especial de Ave-Marias, dentro da programação da tradicional Festa da Penha.
Ainda serão realizadas duas apresentações da série Concertos para a Família, duas apresentações da série Sinfônica no Parque e cinco apresentações da série Orquestra nas Escolas.
Confira a programação abaixo:
Diretor Artístico e Maestro Titular: Helder Trefzger
TEMPORADA 2018 - PRIMEIRO SEMESTRE
FEVEREIRO
ABERTURA DA TEMPORADA - TCHAIKOVSKY INESQUECÍVEL (Aniversário de morte: 125 anos)
(21/02) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(22/02) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
  • Tchaikovsky – Valsa, da ópera Eugene Onegin, Op. 24
  • Tchaikovsky – Variações sobre um Tema Rococó, Op. 33
  • Tchaikovsky – Sinfonia n.º 5, em mi menor, Op. 64
        Solista: LUCAS DE OLIVEIRA, violoncelo
        Regente: HELDER TREFZGER
MARÇO
DIA INTERNACIONAL DA MULHER - TCHAIKOVSKY INESQUECÍVEL (Aniversário de morte: 125 anos)
(07/03) SÉRIE QUARTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
(08/03) SÉRIE QUINTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
  • Bellini – Abertura da Ópera Norma
  • Chaminade – Concertino para flauta, Op. 107
  • Tchaikovsky – Sinfonia n.º 6, em si menor, Op. 74
        Regente: LEONARDO DAVID
        Solista: LUIZA BRAGA, flauta
TICUMBI
(21/03) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(22/03) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
  • Trefzger – Abertura Ticumbi
  • Tertulino Balbino – Ticumbi de São Benedito
  • Ticumbi de São Benedito Mestre Terto – Forró de Sapezeiro
Participação especial: TICUMBI DE SÃO BENEDITO
(MESTRE TERTO - TERTULINO BALBINO, Conceição da Barra, ES)           
        Regente: HELDER TREFZGER
ABRIL
IMAGENS DO BRASIL
(25/04) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(26/04) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
  • Carlos Gomes – Abertura da ópera Il Guarany
  • Alexandre Guerra – Suíte Imagens
  • Villa-Lobos – Bachianas Brasileiras n. 4
        Solista: ROGERIO WOLF, flauta
         Regente: LEONARDO DAVID

MAIO
SINFONIA DO NOVO MUNDO
(29/05) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(30/05) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
  • Borodin – Danças Polovtsianas
  • Artie Shaw – Concerto para clarinete
  • Dvorak – Sinfonia n.º 9, em mi menor, op. 95 “do Novo Mundo”
        Solista: NIVALDO ORSI, clarinete
         Regente: HELDER TREFZGER

JUNHO
RÚSSA CLÁSSICA
(13/06) SÉRIE QUARTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
(14/06) SÉRIE QUINTA CLÁSSICA 20h. Teatro Glória
  • Glière – Concerto para trompa e orquestra Op. 91
  • Korsakov – Scheherazade, Op. 35 (Solos de violino: GABRIELA QUEIROZ)
        Solista: NIKOLAY ALIPIEV, trompa
        Regente: LEONARDO DAVID
SOB AS BRUMAS DAS HIGHLANDS
(27/06) SÉRIE PRÉ-ESTREIA 20h. Teatro Glória
(28/06) SÉRIE CONCERTOS SINFÔNICOS 20h. Teatro Glória
  • Mendelssohn – Abertura “As Hébridas”, Op. 26
  • Bruch – Fantasia Escocesa, Op. 46
  • Mendelssohn – Sinfonia n.º 3, Op. 56 “Escocesa”
        Solista: CÁRMELO DE LOS SANTOS, violino
        Regente: HELDER TREFZGER

CONCERTOS PARA A FAMÍLIA
(25/02) 11h. Teatro Glória
(06/05) 11h. Teatro Glória
SINFÔNICA NO PARQUE
(11/03) 11h. Parque Botânico da Vale – Jd. Camburi
(16/06) 11h. Parque Botânico da Vale – Jd. Camburi
FESTA DA PENHA
(05/04) 20h. Santuário Divino Espírito Santo (Santuário de Vila Velha)
  • CONCERTO DE AVE MARIAS (Arcadelt, Victoria, Somma, Gounod,
Schubert, Fauré, Saint-Saëns, Caccini, H. Martins, V. P. J. Redondo)
       Solista: ROSIANE QUEIROZ, soprano
       Participação Especial: CORO SINFÔNICO DA FAMES
      Regente: HELDER TREFZGER
FESTIVAL SERGIO SAMPAIO
(14/04) 20h. Teatro SESC GLÓRIA
CINEMA ESPECIAL
(08, 09, 10/05) 20h. Teatro Universitário - UFES
  • Trilhas sonoras de filmes
        Regente: LEONARDO DAVID

ORQUESTRA NAS ESCOLAS
(04 a 08/06) Escolas públicas da Região Metropolitana de Vitória, 09h30

Fonte: https://secult.es.gov.br/Not%C3%ADcia/sinfonica-do-es-divulga-temporada-de-concertos-do-primeiro-semestre

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Orquestra Sinfônica abre temporada 2018 de concertos no SESC Glória






A obra genial do compositor russo Piotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) vai marcar a abertura da temporada de concertos da Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito Santo (Oses), nos próximos dias 21 e 22 de fevereiro, às 20h, no Teatro Sesc Glória. Os ingressos custam R$10 (inteira) e R$5 (meia), e podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do teatro.

 De acordo com o seu Maestro Titular, Helder Trefzger, o primeiro programa foi escolhido um compositor muito representativo da música clássica. “Neste ano, lembramos os 125 anos da morte de Tchaikovsky, morto em 1893. No mundo todo haverá homenagens e aqui no Espírito Santo nós também celebraremos a lembrança desse ícone da música clássica”, destaca.

No concerto de abertura serão apresentadas três obras do mestre russo: a Valsa, da ópera Eugene Onegin; as Variações sobre um Tema Rococó; e a célebre Sinfonia n.º 5, escrita em 1888 e considerada uma das obras-primas do compositor. A obra é famosa pelo belo solo de trompa, do segundo movimento. Destaque para o solista da noite, o violoncelista capixaba Lucas de Oliveira, um dos principais talentos do violoncelo da nova geração.
Lucas de OliveiraLucas de Oliveira iniciou seus estudos musicais em 2008, no Projeto Vale Música, em Vitória, ES. No ano seguinte ingressou na Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), tendo como professores Sanny Souza e Raquel Rohr.Lucas já participou de masterclasses com grandes violoncelistas, dentre eles Cristian Poltera, Romain Garioud, Martin Osten, Antônio  Meneses , Matias Pinto e outros.

Em 2013 foi semifinalista do Concurso Nacional do Programa Prelúdio, da TV Cultura. Obteve o Primeiro Lugar no 13° Concurso Nacional de Cordas Paulo Bosisio, na categoria violoncelo. Já dividiu palco com grandes músicos, como Fabio Presgrave (UFRN), Daniel Guedes (UFRJ), John  McGrosso (Arianna Quartet) e Horácio  Schaefer (Osesp), dentre outros.Já atuou como solista na Oses, da qual já foi integrante e atuou ainda como solista da Orquestra Camerata Sesi - ES. Atualmente cursa o Bacharelado na classe do  Dr. Fabio Presgrave, na UFRN.


Quando: dias 21 e 22 de fevereiro
Horário: 20h
Onde: Teatro Sesc Glória
Endereço: Avenida Jerônimo monteiro, 428, Centro, Vitória.
Ingressos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), disponíveis com antecedência na bilheteria do teatro telefone: (27) 3232-4750
Informações adicionais:
Programa:Tchaikovsky: Valsa, da ópera Eugene Onegin, Op. 24
Tchaikovsky: Variações sobre um Tema Rococó, Op. 33
Tchaikovsky: Sinfonia n.º 5, em mi menor, Op. 64
Orquestra Sinfônica do Estado do Espírito SantoSolista: Lucas de Oliveira, violoncelo
Regência: Maestro Helder Trefzger

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação da Secult
Carol Veiga / Erika Piskac / Danilo Ferraz
secultes.imprensa@gmail.com
comunicacao@secult.es.gov.br
Tels.: 3636-7111/99808-7701/99902-1627
Facebook: secult.espiritosanto
Texto: Danilo Ferraz

Fonte: https://secult.es.gov.br/Not%C3%ADcia/orquestra-sinfonica-abre-temporada-2018-de-concertos-no-sesc-gloria

sexta-feira, 12 de maio de 2017

'Febre' de aplauso de pé incomoda artistas e críticos de teatro


A Europa era exceção, até poucos anos atrás. Mas também por lá o crítico inglês Michael Billington lamentou que esteja chegando o "hábito sujo americano" de aplaudir de pé no final da peça. Qualquer peça.
O crítico americano Ben Brantley concorda e até lançou um apelo público, no "New York Times", "pela volta do aplauso sentado". Aplaudir de pé, afirma, "virou um gesto social automático", sem sentido.
No Brasil, o diretor Antunes Filho e a atriz Nydia Lícia, com carreiras iniciadas há mais de meio século no TBC (Teatro Brasileiro de Comédia), atestam que "essa mania de levantar sempre", como ela descreve, é recente.
Lenise Pinheiro/Folhapress
Público aplaude monólogo 'A Vida Sexual da Mulher Feia
Público aplaude monólogo 'A Vida Sexual da Mulher Feia'
Antunes arrisca que o hábito se disseminou a partir dos anos 90. "Antes era mais seco", diz. "Agora é um touro bravo, vai que vai. Agora é absolutamente nada."
"Antes era um gesto estrondoso para o ator", relata Nydia, citando, entre os raros aplausos de pé no TBC, "Seis Personagens em Busca de um Autor" (1951), com Sergio Cardoso, Cacilda Becker, Paulo Autran e Cleyde Yáconis.
"Era excepcional", diz. "Agora levantam, assobiam, gritam e fica por isso mesmo. Você não tem mais medida, não sabe até que ponto agradou. O ator fica mimado."
Com a presença crescente de celebridades do cinema e da TV no palco, tanto aqui como no exterior, o fenômeno avançou para o meio das apresentações, para a entrada em cena. "A sugestão é, no caso de estrelas menos veneráveis, como Julia Roberts, 'bom para você, você é famosa'", critica Brantley.
PANDEMIA
Ele reconhece que aplaudir de pé é um "vírus" que pode ter tido sua origem na Broadway, seguindo depois para Europa e outros junto com as franquias dos musicais nova-iorquinos.
Cláudio Botelho, que ao lado de Charles Möeller ajudou a estabelecer os musicais no Brasil, também questiona o fenômeno, mas acrescentando ser mais acintoso por aqui —onde programas de auditório teriam instituído, segundo ele, que "quem quer que apareça é aplaudido".
Lamenta, sobretudo, que "não tem mais diferença: aplaudem de pé tanto Marília Pêra como qualquer grupo jovem". Citando também Bibi Ferreira e Fernanda Montenegro, cobra: "O que você vai dar como reconhecimento às grandes divas?".
São muitas as hipóteses para a "febre", segundo o "NYT": espectadores aplaudem para justificar o ingresso caro; por serem turistas, não habituados ao teatro; pelo alívio físico de se levantar; até para chegar antes à saída, nas plateias lotadas.
Antunes acrescenta um fenômeno local relativamente novo e semelhante àquele dos turistas na Broadway: "A classe média aumentou. É uma coisa boa, mas eles ainda não têm base. Ir ao teatro já é uma vitória social".
Saulo Vasconcelos, protagonista de musicais como "O Fantasma da Ópera" no Brasil e no exterior, soma ainda duas razões específicas, no caso de São Paulo. "As pessoas aplaudem já se levantando para ir embora, porque o estacionamento é um inferno. E também porque o espectador daqui é gentil, quer mostrar seu carinho."

AUTOENGANO
Ron Daniels, que começou como ator nos anos 60 no Teatro Oficina e a partir dos anos 70 se estabeleceu como encenador em companhias como a Royal Shakespeare Company e o American Repertory Theater, acredita que o problema é maior nos Estados Unidos e no Brasil.
"Em Nova York eles sempre se levantam. Na Inglaterra, só em musical, Shakespeare não", diz ele. "Eu detesto esses aplausos, o espetáculo perde o valor. Mas, quando é merecido, a 'standing ovation' [aclamação de pé] é maravilhosa."

Para Daniels, o fenômeno "é muito esquisito: a plateia se congratula a si mesma". Michael Billington, que é crítico do londrino "Guardian", concorda que a febre do aplauso de pé surgiu com o público "tentando enganar a si mesmo", sugerindo que a cura teria de partir dele. 


Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2014/01/1401502-febre-de-aplauso-de-pe-incomoda-artistas-e-criticos-de-teatro.shtml

sábado, 18 de março de 2017

Papa Bruno's - Pizza

Não é todo dia que "a capixaba aqui" quer sair de casa genteeee, "ainda mais" ontem, que cheguei do trabalho tarde da noite, exausta! Tudo que eu queria era apenas um banho e comer em casa mesmo e descansar, então vai bem uma pizza quentinha, não é? A Empresa Papa Bruno's enviou-me a pizza deles para eu conhecer e contar para vocês.


    Segurando a pizza quentinha para a foto!


História:
A Papa Bruno’s foi fundada em 4 de Janeiro de 2013, em Itapoã, Vila Velha-ES, com o objetivo de revolucionar o mercado de pizza assada no Brasil. Com o lema de vender a melhor pizza pelo menor preço e rapidamente a marca expandiu-se pela região, caindo na graça dos clientes. Desde o início trabalham com os dez sabores de pizza mais vendidos no país. 

       
              Foto da fachada de uma das lojas.
Em Janeiro de 2014, a Papa Bruno’s chegou em Vitória, na Praia do Canto, conquistando novos clientes e amigos. A demanda na capital foi tão grande, que em setembro do mesmo ano inauguraram a terceira unidade localizada em Jardim Camburi, bairro mais populoso da cidade. Em Março de 2016, foi a vez da cidade de Serra receber a sua unidade Papa Bruno’s, atendendo ao pedido da população no Facebook da Empresa. 
São quatro lojas Papa Bruno’s Pizzaria, a cada pedaço uma nova história. 
O proprietário e fundador da Marca Papa Bruno's é o publicitário Renato Rocha, formado pela UVV, ex gerente comercial da RedeTV!ES. Hoje ele possui outros 3 sócios. Seu espírito empreendedor foi responsável pela criação e pela expansão da marca por três cidades, sendo quatro lojas abertas em pouco mais de três anos.
          Fonte: http://www.papabrunos.com.br/site/sobre.php


     Este é o Renato Rocha


Eu experimentei:


Fiz o pedido e fui informada de que o tempo de entrega seria 40 mim. o que superou a minha expectativa, pois enquanto eu organizei a mesa, a pizza chegou em 30 min. Gostei da embalagem,  bem firme e colorida e alegre como eu gosto, a pizza chegou bem quente e inteirinha!

A rede trabalha com os 10 sabores mais vendidos do país, pedi dois sabores por pizza, uma: 4 queijos e marguerita (minha preferida), a outra: portuguesa (a mais vendida da casa) e brigadeiro.

 
     Cheirinho de pizza hummmm

Gostei de experimentar as pizzas, realmente são mais leves que as pizzas com massa grossa. Não conhecia pizza com a massa assim tão fininha, mas  por ser gostei por ser mais leve! Não é aquela pizza pesada, cheia de massa. Se você quiser a massa mais torradinha, crocante, pede para o atendente com carinho, que eu acredito que eles façam! Pois a minha veio "ao ponto", acredito que esse seja o padrão da marca.


     Mostrando a massa fininha

Recomendo que a pizza seja saboreada imediatamente após a entrega, pois pelo fato da massa ser fininha, ela esfria mais rápido. A de sabor brigadeiro é feita com chocolate meio amargo, recomendo para quem gostar de chocolate amargo! Eu prefiro brigadeiro doce mesmo, afinal sou uma fanática por açucar! Rs


    Portuguesa com brigadeiro



    Quatro queijos e Marguerita

Quanto ao preço, realmente a pizza deles se não for a de menor preço é uma das mais baratas da Grande Vitória. Fiz uma rápida pesquisa na internet e não encontrei opção de preço menor que a deles. O preço para a pizza grande da unidade da Praia do Canto é R$22,90 para todos os 10 sabores.
Esse valor é o mesmo preço de pizza que compramos no supermercado, que você ainda tem que levar para casa e colocar para assar!!! Portanto o preço Papa Bruno's compensa, afinal com o mesmo valor eles entregam a pizza assada, quentinha na sua casa!

Sobre o rendimento, as duas pizzas grandes enviadas servem bem quatro pessoas, pelo fato da massa ser fininha! Eles não enviam ketchup nem maionese e para acompanhar a pizza a única bebida disponível é refrigerante: guaraná!

Após a primeira ligação, seu número fica cadastrado com seu endereço, o que agiliza os próximos pedidos. Mas atenção, você deve ligar para o número da unidade mais próxima da sua residência.

Boa pizza!!

Contato:
http://www.papabrunos.com.br
https://www.ifood.com.br
https://www.facebook.com/papabrunospizza

Vila Velha (27)3075-3322 
Praia do Canto (27)3024-3322 
Jardim Camburi (27)3065-3322

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Praça do Papa ganha maior tanque para observar tartarugas no Estado - Gazetaonline

Quatro das cinco espécies de tartaruga que há no Brasil estarão no local
Crianças e adultos, visitantes ou moradores de Vitória, poderão observar, a partir des, espécies de tartarugas no que será o maior tanque para observação desses animais em todo o Estado.
Local tem 226 metros quadrados e capacidade para 112 mil litros
Local tem 226 metros quadrados e capacidade para 112 mil litros
Foto:Carlos Alberto Silva











O Projeto Tamar, em parceria com a Prefeitura de Vitória, abre oficialmente quinta o tanque com visores subaquáticos, na Praça do Papa, na Enseada do Suá.
Mesmo oficialmente ainda fechado, quem esteve ontem no Tamar conseguiu ver bem de perto o que estará amplamente exposto para a população a partir de amanhã.
Crianças de todos os tamanhos e idades corriam de um lado para o outro para conseguir ver as três tartarugas no local.
“Ele é fã. A gente vem umas quatro vezes por ano. Ele gosta de natureza, bicho, tartaruga. A gente estimula, mas ele por conta própria já gosta”, diz o engenheiro Bruno Coelho, 44, sobre o filho Leonardo, 3, um dos mais empolgados ontem no local.
Tanque
O tanque tem 226 metros quadrados e capacidade para armazenar 112 mil litros de água. No local, estão as espécies tartaruga-verde, tartaruga-cabeçuda, tartaruga-de-pente e tartaruga-oliva.
“Das cinco espécies existentes no Brasil, quatro estão aqui”, ressalta o oceanógrafo Paulo Rodrigues, da Secretaria de Meio Ambiente de Vitória (Semman). “A tartaruga-verde, por exemplo, você só encontra na Ilha de Trindade, em Fernando de Noronha e no Atol das Rocas.
Paulo Rodrigues explica que as tartarugas que estão no local foram criadas desde pequenas no tanque e que a ideia é recuperar as que são selvagens e devolvê-las ao mar.

Fonte: http://novo.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/01/praca-do-papa-ganha-maior-tanque-para-observar-tartarugas-no-estado-1014019686.html

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Vitória tem apenas seis locais liberados para o banho de mar

Capital tem, ao todo, 25 pontos para banho.
Praia de Camburi está completamente imprópria para banhistas.


O banho de mar nas praias de Vitória está liberado em apenas seis dos 25 pontos, segundo o relatório da balneabilidade divulgado nesta quinta-feira (18) pela prefeitura. O secretário Municipal de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain, disse que o banho está proibido em toda a praia de Camburi.
Atualmente, o banho de mar só está liberado nas praias da Ilha do Boi e alguns pontos da Curva da Jurema e da Ilha do Frade. 
"Nós pedimos aos moradores de Vitória que, por favor, não tomem banho nessas águas nesse momento. As pessoas podem ficar sujeitas a infecções gastrointestinais, doenças epiteliais, alergias, pois é isso que a medicina prescreve, sendo esse um ambiente totalmente desfavorável", disse o secretário.
Pontos liberados:
1. Ilha do Frade - Praia da Ilha do Frade
2. Ilha do Frade - 1ª Praia à direita
3. Praia de Sta. Helena - 200 m à esquerda das barracas da Curva
4. Praia de Sta. Helena - Em frente às barracas da Curva
5. Ilha do Boi - Praia Grande
6. Ilha do Boi - Praia da Direita

Pontos próprios e impróprios para banho (Foto: Arte/ TV Gazeta)
Estudo
O estudo de balneabilidade é realizado semanalmente pela Prefeitura de Vitória, e mede a qualidade da água através do nível de coliformes fecais na água, geralmente lançado no mar pelo esgoto. Áreas com os níveis acima do aceitável são classificadas como impróprias.


A Prefeitura da Serra afirma que a cidade tem trabalhado em parceria com a concessionária que realiza o tratamento do esgoto do município no sentido de notificar os moradores a realizar a ligação na rede coletora sob pena de multa. Onde não houver rede coletora o morador deve construir fossa séptica individual.A Praia de Camburi foi classificada como imprópria para banho. Camburi recebe uma grande carga de esgoto lançado pelo município de Serra e também é afetada pelo movimento das marés e por rejeitos advindos do Canal da Costa.


Fonte: http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2016/02/vitoria-tem-apenas-seis-locais-liberados-para-o-banho-de-mar.html

Praia Acessível muda de lugar após 'Curva' ficar imprópria para banho


Praia Acessível muda de lugar após 'Curva' ficar imprópria para banho

Novo ponto fica em frente ao Quiosque 2 na Praia de Camburi.
Projeto dá banho de mar em pessoas com limitação de mobilidade.

Do G1 ES










O projeto Praia Acessível, da Prefeitura de Vitória, vai passar a funcionar na Praia de Camburi depois que o ponto da Curva da Jurema ficou impróprio para o banho.
A mudança acontece, nesta quinta-feira (5), e o projeto vai funcionar, por enquanto, em frente ao Quiosque 2 de Camburi. Mas volta para a Curva assim que a balneabilidade for restabelecida.
Projeto 'Praia Acessível' ajuda quem tem mobilidade reduzida (Foto: Livia Albernaz/ PMV)
Projeto 'Praia Acessível' ajuda quem tem
mobilidade reduzida (Foto: Livia Albernaz/ PMV)
Na semana passada, a Justiça determinou que o programa fosse para outro lugar. A prefeitura tinha até 10 dias para fazer a mudança e a multa diária em caso de descumprimento era de R$ 5 mil.
Projeto
Esse projeto permite que pessoas que tenham alguma limitação de mobilidade tomem banho de mar.

O Praia Acessível tem três cadeiras que flutuam na água e não afundam na areia.
A equipe é formada por assistentes sociais, psicólogos e professores de Educação Física.
No verão, o Praia Acessível funciona de quinta-feira a domingo, das 8h às 13h.
Projeto Praia Acessível, em Vitória (Foto: Leonardo Silveira/PMV)Projeto Praia Acessível, em Vitória (Foto: Leonardo Silveira/PMV)
Fonte: http://g1.globo.com/espirito-santo/noticia/2017/01/praia-acessivel-muda-de-lugar-apos-ponto-de-banho-ficar-improprio-no-es.html

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Vitória estuda implantação de ônibus de dois andares para city tour

Uma empresa interessada em operar o serviço na capital e também na Grande Vitória reuniu-se com o prefeito Luciano Rezende

Vitória poderá contar com o serviço de city tour realizado por aqueles famosos ônibus de dois andares. Os veículos possuem a parte superior aberta para melhor visualização das paisagens por parte dos turistas e são famosos em muitas cidades do mundo.
Uma empresa interessada em operar o serviço na capital e também na Grande Vitória reuniu-se, na tarde desta última segunda-feira (9), com o prefeito Luciano Rezende
Uma empresa interessada em operar o serviço na capital e também na Grande Vitória reuniu-se, na tarde desta última segunda-feira (9), com o prefeito Luciano Rezende
Foto:Divulgação











Uma empresa interessada em operar o serviço na capital e também na Grande Vitória reuniu-se, na tarde desta segunda-feira (9), com o prefeito Luciano Rezende para apresentar a proposta, que vai ajudar a incrementar o turismo em toda a região.
O prefeito ficou entusiasmado com a ideia. "Essa é uma iniciativa que já existe em várias capitais importantes do mundo com beleza turística, que é o caso de Vitória. Aproveitando o grande esforço de integração das gestões metropolitanas, eu já falei com o prefeito Max Filho, de Vila Velha, que gostou muito da ideia, também o Audifax, da Serra, o Juninho, de Cariacica, além de Guarapari, Viana, Fundão. Todas essas cidades têm pontos turísticos, e nós podemos tentar fazer roteiros que possam envolvê-las", disse Luciano Rezende.
Ele completou: "A vista do Convento da Penha e da baía de Vitória, que são uma das cenas mais lindas do mundo, vai fazer um sucesso total entre os turistas e também entre os moradores do Espírito Santo, que poderão utilizar esse tipo de veículo para observação".
A proposta, inclusive, será levada por Luciano para os demais prefeitos na reunião que ocorrerá nesta quarta-feira (11), quando eles vão discutir assuntos que envolvem os municípios da Região Metropolitana.
O secretário municipal de Turismo, Trabalho e Renda Leonardo Krohling enfatizou, ainda, a importância do serviço de city tour também ocorrer em outras cidades da Região Metropolitana. "A gente tem total interesse para que a Região Metropolitana esteja incluída também porque Vitória é uma cidade indutora do turismo. Nada melhor do que englobar Vila Velha, Serra, Cariacica para que tenhamos todos os atrativos turísticos visitados pelo moradores e visitantes por meio do ônibus", destacou.


Fonte: http://novo.gazetaonline.com.br/noticias/cidades/2017/01/vitoria-estuda-implantacao-de-onibus-de-dois-andares-para-city-tour-1014012739.html