terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Novo Secretário de Cultura do Estado não lê livros!!!


 

Encontrei a entrevista do novo secretário na internet... pena que é bem curtinha, para quem é assinante da gazeta: amanhã será publicado uma segunda entrevista e mais completa.
Depois que a Rede Gazeta divulgou esta (que eu estou postando), fiquei sabendo que houve uma repercussão devido as respostas do Frei Paulão; que disse não ler livros e nas exposições fica apenas nos coquetéis! Por isso eles vão fazer outra mais completa, assim que tiver acesso posto aqui!

Como disse o jornalista Mário Bonella, quem sabe esse que não lê livros nem visita exposições, faça alguma coisa pelo nosso Estado. Vamos pensar positivo!!!

Confiram:



Fonte: http://dv.gazetaonline.com.br/index.php?id=/materia.php&cd_matia=733926
  





José Paulo Viçosi (Frei Paulão) – Secretário de Estado da Cultura  
Nasceu em Venda do Imigrante e tem 50 anos. Fez dois cursos superiores: Filosofia no Instituto Agostiniano de Filosofia, em Franca (SP), e Teologia no Instituto PIO XI, na cidade de São Paulo. Foi prefeito de Muqui por dois mandatos seguidos (2001 a 2008) e é filiado ao PSB desde 1998, tendo sido membro dos diretórios nacional e regional do partido. Atualmente, é membro da executiva regional do PSB. 

Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/politica/noticia/2011/01/novos-secretarios-de-casagrande-tomam-posse-nesta-segunda-feira-no-palacio.html


Ex-prefeito de Muqui assume a pasta da Cultura
29/12/10 - 10h51 -

Eduardo Fachetti
efachetti@redegazeta.com.br

O governador eleito, Renato Casagrande (PSB), anunciou ontem os últimos cinco nomes que vão compor o primeiro escalão do seu governo. A surpresa ficou por conta da Secretaria de Cultura. Após uma tentativa abortada de entregá-la ao vereador de Vitória Alexandre Passos (PT) e um convite recusado pela atriz Elisa Lucinda, a pasta foi parar nas mãos do ex-prefeito de Muqui José Paulo Viçosi, o Frei Paulão (PSB).

Natural de Venda Nova do Imigrante, Frei Paulão é filiado ao PSB desde 1998 e atualmente integra a executiva estadual do partido. Com sua indicação, a sigla agora ostenta sete nomeações no primeiro escalão governo Casagrande.

O próximo secretário de Cultura se apresenta como "militante de muitos anos" ao lado do governador eleito. Ele ficou à frente da Prefeitura de Muqui entre 2001 e 2008. Em março daquele ano teve as contas bloqueadas e o sigilo fiscal quebrado a pedido do Ministério Público Federal (MPF), por suposto envolvimento na Máfia das Sanguessugas. Frei Paulão nega envolvimento com o esquema de licitações irregulares para a compra de ambulâncias. O processo ainda está em tramitação.

"Nunca estive envolvido nesse esquema. O processo está paralisado e estou aguardando uma decisão. Sou inocente e não tenho nada a temer", afirmou o futuro secretário de Cultura, ao ser questionado sobre o processo.

Nas eleições do último mês de outubro, Frei Paulão concorreu a uma vaga na Assembleia Legislativa e obteve 6.069 votos. Agora, convidado "com surpresa e alegria" para compor o próximo governo, ele quer priorizar o diálogo com movimentos populares.

"É preciso abrir o diálogo com as comunidades, para estreitar o relacionamento e descobrir as potencialidades de cada município", defendeu.

Entrevista

Frei Paulão (PSB)Secretário de Cultura


"Conheço pouco o Cais das Artes, mas vamos tocar as obras"


HOJE, O CAIS DAS ARTES É A PRINCIPAL OBRA PARA A CULTURA DO ESTADO. O QUE O SENHOR ACHA DO PROJETO?

Conheço pouco a história desse projeto, mas vamos tocar as obras em 2011. É preciso discutir a gestão daquele espaço. Vamos falar com a iniciativa privada, porque não dá pra ficar tudo "nas costas" do Estado.

O SENHOR VISITOU AS EXPOSIÇÕES NO PALÁCIO ANCHIETA, COMO DA VINCI E EINSTEIN, POR EXEMPLO?


Só participei dos coquetéis de lançamento, mas não voltei às exposições. Não cheguei a vê-las.

QUAIS SÃO SEUS GÊNEROS MUSICAiS PREDILETOS?

Gosto de MPB, mas sou eclético. Gosto muito de Zé Ramalho e de Raul Seixas.

E LIVROS?

Prefiro ler jornais, diariamente.

Um comentário:

Obrigada pelo contato!