quinta-feira, 19 de maio de 2011

Parque Paulo Cesar Vinha

Um pouco da história... 


Gildo Loyola 

Hoje, 28 de abril de 2010, está completando 17 anos do assassinato do ambientalista Paulo Cesar  Vinha. Ele foi morto, com três tiros, por denunciar a extração ilegal de areia em uma área de restinga em Guarapari. O crime chocou a sociedade que se mobilizou na ajuda pela prisão dos criminosos.

Os matadores do ambientalista foram os empresários Ailton Barbosa Queiroz,  autor dos disparos, e seu irmão, José Barbosa Queiroz. Eles, como outros empresários, extraíam ilegalmente areia de uma área de proteção ambiental.


No dia 28 de abril de 1993, Paulo Vinha foi cercado e morto quando documentava com fotos uma área devastada do parque. Após três meses, os irmãos Ailton e José se entregaram, mas ganharam o direito de responder ao processo em liberdade.



A condenação veio após quatro anos: Ailton Queiroz recebeu condenação a 16 anos de prisão, mas recorreu da sentença e foi absolvido. Uma semana depois, José Queiroz foi absolvido. Ao ser julgado pela segunda vez, José Queiroz foi condenado a 17 anos, e ficou quatro anos preso. Depois que conseguiu liberdade condicional Ailton Barbosa Queiroz fugiu e só foi preso anos depois.

Quem foi Paulo Cesar Vinha

Paulo Cesar Vinha era natural de Conceição do Castelo, região serrana do ES, morreu aos 36 anos. Era biólogo, presidia a Associação dos Biólogos do Espírito Santo – e também  integrava a Associação Capixaba do Meio Ambiente (Acapema). Foi fundador do Partido dos Trabalhadores no Município de Vila Velha e liderou, em 1978.    Foi militante ecologista, participando ativamente nas lutas em defesa do meio ambiente, e atuou na luta pela demarcação de terras indígenas capixabas, e contra a instalação de uma usina nuclear no Estado. Era um grande conhecedor da restinga do Espírito Santo, além de especialista em identificação de fungos.

Teve também destacada atuação nas lutas populares por transporte coletivo e moradia, chegando à posição de secretário de Transportes da Prefeitura de Vitória. Além disso, foi secretário geral da primeira diretoria da CUT-ES.

Parque Estadual Paulo Vinha
             
 
 Fotos:Lagoa de Caraís no Parque Paulo César Vinha

O nome do Parque Estadual Paulo Cesar Vinha foi uma homenagem ao biólogo e ecologista, um guerreiro da luta pelo meio ambiente. Sua história está na nossa memória e inspira continuidade de batalhas pela melhoria das condições ambientais e da qualidade de vida. Disponível em: http://www.rog.com.br/claudiovereza2/mostraconteudos.asp?cod_conteudo=344




Bioma: Floresta Atlântica e Ecossistemas Costeiros
Área: 1.500 ha, criação: 1990

O Parque Estadual Paulo César Vinha está localizado entre a região Nordeste de Guarapari, balneário a 30 minutos de Vitória, e o sul de Vila Velha. Pertencente a Área de Proteção Ambiental de Setiba, a sede do Parque fica a 23 km da Rodovia do Sol, no km 36 que liga Vila Velha a Guarapari. O Parque Estadual Paulo César Vinha é uma homenagem ao biólogo de mesmo nome, que dedicou parte de sua vida à preservação desteParque, foi criado em 1990, com o intuito de preservar uma das mais importantes áreas de ecossistema de restinga.

Possui 1.500 hectares e uma grande biodiversidade, associada à beleza de seus 11 km de praias, dunas, alagados, florestas de restinga, lagoas de águas escuras e ilhas costeiras.

O Parque é considerado uma das regiões mais ricas do Estado, em fauna e flora marinhas. A restinga é típica na região, e compreende uma das áreas mais ricas em variedades de ambientes do Sul do Estado: são matas, dunas, bromélias, cactos, ipês.

Na região o visitante irá encontrar espécies raras de animais, como o ouriço-preto, a cegonha, a preguiça e diversas espécies da fauna marinha. Implantado em 1996, o viveiro local produz mudas de espécies nativas de restinga, que são usadas para recuperação de áreas degradadas, e estão disponíveis para a comunidade.
Uma das principais atrações do Parque são as inúmeras lagoas que existem na região, além das dunas, alagados, áreas de manguezal, e a enorme variedade de espécies de frutos comestíveis.

A água do mar é azulada e transparente e o visitante pode tomar banho nas lagoas de água salgada e de água doce como a Lagoa Vermelha e a Lagoa Feia.

O Parque possui trilha de 1.500 metros, com grau leve de dificuldade, que leva o visitante à bela Lagoa
de Caraís, ao lado da praia de mesmo nome. Próximo à reserva, estão localizados outros importantes pontos turísticos do Espírito Santo, como a praia da Ponta da Fruta, Setiba e o famoso balneário de Guarapari.
O local é ótimo para mergulho, com águas rasas e claras e intensa vida submarina.

Fonte: http://www.vitoria-es-brasil.com/index.php?option=com_content&view=article&id=737:parque-estadual-paulo-cesar-vinha&catid=161:meo-ambiente-es&Itemid=446


Eu já fui:

Estive no Parque em um feriado, faz poucos dias e recomendo o passeio!
Se você sair de Vitória basta seguir em direção a Guarapari pela rodovia do sol, logo após aquele pedágio de R$6 você começara a  ver sinalização na pista (e é bem sinalizado).
Foto: Érika Mezabarba Riva


O Parque é muito bem cuidado, logo na entrada existe uma estrutura com estacionamento, banheiros, bebedouros, chuveiro... Fomos recebidos por um guarda que nos informou sobre o parque e o percurso da trilha.


                                                                                    Foto: Érika Mezabarba Riva


                                                                                       Foto: Érika Mezabarba Riva


                                                                     Foto: Érika Mezabarba Riva

Sobre a trilha que dá acesso à praia e as tão famosas lagoas...
São uns 2km. de caminhada até a praia, para chegar na Lagoa é preciso andar mais um pouquinho, o percurso é todo sinalizado. Deve dar uns 40 min. de caminhada, por isso é importante ir com roupas leves, usar boné ou chapéu e protetor solar, haaaa não deixe de levar um recipiente para levar água e se hidratar no caminho. 

Quando chove a trilha alaga um pouquinho, nesse dia que fui havia chovido na véspera e alguns trechos estavam cheios de água, mas não chegava no joelho e se até eu atravessei qualquer um atravessa. rs

Pelo que fiquei sabendo não existe nenhum histórico de qualquer ocorrência de violência no local, mas eu recomendo que esse passeio seja feito em grupo (no mínimo umas quatro pessoas), pois a trilha não é muito movimentada.

Durante a caminhada você pode ver borboletas, pássaros e outros bixinhos!!! Esteja munido de máquina fotográfica para registrar tudo!!!



                                                                                            Foto: Érika Mezabarba Riva 



O esforço compensa, olha que praia paradisíaca que você vai encontrar, com uma areia fininha e uma brisa refrescante. Pena que as ondas são fortes, sobre a profundidade não tenho informações.



                                                                                       Foto: Érika Mezabarba Riva 

Eu não fui até a lagoa, pois era preciso retornar à sede do parque até as 17h (horário de fechamento), e fiquei sabendo também que no período da tarde pelo fato da maré estar cheia: a água do mar se une com a da lagoa e fica difícil atravessar. Mas busquei na internet uma foto que mostra bem o local:




Acesso: 

O Parque é aberto a visitação pública, das 8 às 17 horas no inverno e das 8 às 18 horas no verão, mas as visitas em grupo devem ser marcadas com antecedência na sede administrativa.

Rodovia do sol
Guarapari-ES


4 comentários:

  1. Também já fui ao parque e é realmente maravilhoso!!!! A trilha é linda e ao final somos recompensados com aquela praia paradisíaca e mais adiante, a lagoa de águas escuras e mornas! Imperdível!

    ResponderExcluir
  2. esse parque é lindo demais, essa lagoa de coca cola entao, coisa mais linda, vale a pena a camininhda

    ResponderExcluir
  3. nayagayucvbnm,..,mnbvcddfghbvcxdfybvcdghvcxdfghbcfgcdftcscwuxxxxxxxrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrfcccvgbhvgcfxdzs\aq

    ResponderExcluir
  4. Sou Guia de Turismo, e conheço o parque Desde ,1980 quando ainda era apenas a restiga,banhavamos na lagoa de carais,conhecida na época por coca cola.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo contato!