quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vitória terá feira livre com produtos orgânicos na praça do Papa

Marcos Salles
Feirante entregando alimentos orgânicos à comprador
Na praça do Papa, serão montadas 22 barracas pradonizadas para vender produtos hortifrugranjeiros que não contêm substâncias químicas


Vitória vai contar com mais uma feira de produtos orgânicos a partir de 21 de março. A segunda unidade desse tipo vai funcionar na área de estacionamento da praça do Papa, de 17h às 20 horas, toda quarta-feira.
 
 
O projeto está sendo desenvolvido numa parceria das secretarias de Serviços de Vitória (Semse) e de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).
 
 
A inauguração será às 17h do dia 21 de março e, assim, Vitória passará a contar com 18 feiras livres situadas em diversos bairros, dentro do projeto Feira Legal.
 
 
Para a nova feira na praça do Papa, serão montadas 22 barracas pradonizadas para vender produtos hortifrugranjeiros que não contêm substâncias químicas.
 
 
Os produtos serão comercializados pelos feirantes de Iconha, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Vitória, onde os produtos são cultivados de forma sustentável, respeitando as safras de cada espécie.
 
 
Segundo o secretário municipal de Serviços, Romário de Castro, a expectativa é bastante positiva quanto ao sucesso dessa nova feira, uma vez que os produtos orgânicos são recomendados para uma alimentação saudável e balanceada. A outra feira de produtos orgânicos de Vitória funciona no bairro Santa Luiza, aos sábados, de 5h às 13 horas, na rua Arlindo Brás do Nascimento.
 
 

Escolas já utilizam

Frutas e legumes de época cultivados sem agrotóxicos e outras substâncias sintéticas já fazem parte do cardápio dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). Os alunos recebem duas refeições por dia preparadas com alimentos orgânicos, como abacate, banana prata, laranja, limão, morango, alface, couve, coentro, inhame e salsa.
 
 
Diversos alimentos orgânicos integram as refeições nas escolas municipais desde 2009. Além deles, a Prefeitura de Vitória adquire alimentos junto a cooperativas, pequenos produtores e empreendedores rurais do Estado. A lista de quase 50 itens é formada por vegetais como abobrinha, acelga, aipim, batata doce, beterraba, cebola, tomate, vagem e frutas.
 
 
Com edição de Deyvison Longui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo contato!