segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Conheça o Parque Botânico Vale

Inaugurado em 2004, o Parque Botânico Vale em Vitória localiza-se no Brasil, Estado do Espírito Santo. Com área de 33 hectares, o parque está inserido no Cinturão Verde da Vale e mostra aos visitantes o processo de restauração florestal e conservação da Mata Atlântica, além de estabelecer a integração entre a comunidade e a Vale.
O parque possui flora diversificada com mais de 140 espécies de árvores, tais como pau-brasil, jacarandá e ipê, além da fauna silvestre, como caticoco, gambás, saguis e várias espécies de aves que podem ser vistas em cinco trilhas ecológicas. O orquidário possui cerca de 500 mudas nacionais e internacionais. 

O Parque Botânico Vale conta com uma infraestrutura para visitação e eventos com anfiteatro, salas de aula, parque infantil, estacionamento e módulos temáticos retratando o bioma do Espírito Santo e o ciclo do minério de ferro. Mensalmente, o parque oferece aos visitantes e universitários uma programação diversificada que busca difundir a cultura regional
 Jardim Sensorial  
Com o objetivo de promover um verdadeiro encontro com a natureza, a Vale desenvolveu o Jardim Sensorial. O espaço conta com uma estrutura que explora e estimula os cinco sentidos do ser humano. Para atender todos os visitantes, os orientadores do Parque Botânico Vale em Vitória receberam treinamento em Libras, a linguagem dos sinais utilizada por pessoas com deficiência.


Eu já fui:

O Parque Botânico Vale é uma das coisas bonitas que temos na Grande Vitória e que poucas pessoas conhecem, perguntei muitos conhecidos e raros são os que já foram. Com certeza por falta de divulgação, ou até mesmo pela falta de sinalização, para encontrar nós "rodamos" bastante com o carro!!!

Bom.. lá é super organizado, bonito, bem cuidado, possui estacionamento, sanitários (limpos), cantina, parquinho, biblioteca, jardim sensorial (não vi)... Aliás, deveria existir um mapa do Parque logo na entrada, para facilitar a localização do Jardim sensorial por exemplo!

Essa é a guarita que fica na entrada:



Esse lago lindooooo, considero a parte mais charmosa:



Todo o parque é cercado por essa cerca "marronzinha"; depois de alguns "esporros" do guarda percebemos que a cerca demarca a área permitida e proibida para pedestres:


Bom... Nessa área onde também tráfega veículos, eu concordo com a "cerquinha", afinal traz mais segurança. Mas o Parque quase todooooo? Inclusive impedindo acesso às sombras gostosas de muitas árvores, só por causa da grama?
Essa é a parte chata, quando você menos imagina tem um guarda te chamando a atenção, e eles não são nada delicados: "Vocês acabam de invadir uma área de reserva, se invadirem novamente vocês serão proibidos de entrarem no Parque novamente".
Pensei: Haaa.... pronto está explicado... derrepente é por isso que poucas pessoas frequentam o local, deve ter muita gente "fichada" nesse parque pelo fato de caminhar na grama!!! kkkkk Como disse o Gotardo "Na Europa os parques são todos gramados e as pessoas têm livre acesso, porque a grama do Brasil é proibida?


Esse vagão desativado ficou bem bacana e adivinhe o que tem dentro? Uma biblioteca!!!! Uaaa isso mesmo, uma biblioteca, legal né? Mas eu acho que não é permitido ler os livros do lado de fora :(

 





Um ótimo passeio para fazer com criança (desde que ela não saia correndo pela grama), muitas faziam a festa no parquinho e nesses brinquedos de madeira rústica.
Não sei se dá para fazer pic-nic já que não pode pisar na grama!!! :(
Local gostoso para namorar também!



A cantina aparece no fundo, atrás da plaquinha de adversão (que pede adivinha o que?):



Chega de protesto sobre a grama... já desabafei... Agora o protesto do horário: Fechar às 17h em pleno horário de verão? É uma maldade muito grande com as criancinhas que estão se divertindo e inclusive com as modelos que estão aproveitando a luz da tarde para fazer seus books!

Modelos? Isso mesmo... por ser um parque muito bonito, é super, ultra utilizado para ensaios externos, eu vi cada foto lindaaaaa nos sites de fotógrafos: noivas, gestantes, crianças, 15 anos, modelos... 
Não resisti e decidi fazer umas fotos minhas lá também, para deixar você morrendo de vontade de pousar para alguns cliques, uma prévia das fotos: 




 




Para quem quizer ser modelo por um dia, indico um excelente casal de fotógrafos: Tayrine e Gotardo http://raracena.wordpress.com/ Eles arrasam na fotografia contemporânea!!!
São lindos, super simpáticos, espontâneos, de bem com a vida... e o mais importante "super profissionais"! Aproveito para mandar um super beijo para eles!! Agradecer a paciência rs, o carinho e desejar que o sucesso continue sempre!!!

Micaelem obrigado por ter fotografado o Parque!!!!


Acesso:
O trânsito estava impedido a partir de um determinado ponto na beira-mar, por isso não conseguimos seguir as orientações do site da VALE e nos perdemos!! rsrsr Então... descobrimos um caminho alternativo: Ao final da Praia de Camburi (sentido Vale mineradora), dobre à esquerda (última entrada do bairro Jardim Camburi), você vai passar em frente ao Rancho Beliscão, vai seguir reto, após um semáfaro você começa encontrar sinalização para o condomínio "Atlântica Ville", dirija-se rumo à esse condomínio, até encontrar uma ladeira, a entrada do parque esta no início dessa ladeira.


Funcionamento:
Terça a domingo das 08h às 17h
Avenida dos Expedicionários, s/n - Jardim Camburi – Vitória/ES
Informações e agendamentos: (27) 3333-6200
Trilhas: 8h30, 9h30, 14h e 15h.

Visita orientada à área industrial de Tubarão - 8h30, 9h30, 14h e 15h30.
Nas trilhas ecológicas, o visitante deve trajar calça e sapatos fechados. Nas demais dependências, é permitido o uso de bermudas e sapatos confortáveis para caminhada.
Crianças com menos de cinco anos não podem fazer a caminhada nas trilhas, tendo como opção as outras atividades recreativas do parque.

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Vai fazer uma festa? Assessoria para eventos Grande Vitória-ES - Marlon Salomão



Barman, cozinheira e auxiliar, garçom, segurança maitre, manobrista...

Eu recomendo!!!! Excelentes profissionais à disposição para Eventos na Grande Vitória-ES:





quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Nova portaria autoriza táxis de Vitória a pararem em qualquer ponto

Elizabeth Nader
passageiro carregando mala em direção ao ponto de táxi no aeroporto de Vitória
A livre parada não vale para os pontos localizados no Aeroporto (foto) e Shopping Vitória


Para melhor atender os usuários do serviço de táxi da capital, a Secretaria Municipal de Transportes Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) autorizou os taxistas de Vitória, por meio das portarias 05/2012 e 06/2012 (páginas 29 e 30), a pararem em qualquer ponto de táxi, com exceção dos pontos do aeroporto e Shopping Vitória. No entanto a medida tem outras condicionantes.
 
A Portaria 05/2012 autoriza os taxistas a pararem em qualquer ponto, entre 6h e 22h, desde que não haja nenhum táxi estacionado no local. Depois de estacionado, o taxista poderá permanecer no local até embarcar passageiro, mesmo que cheguem táxis vinculados ao ponto.

Já de 22h às 6h, os taxistas estão autorizados a pararem em qualquer ponto, desde que exista vaga disponível. Caso um taxista vinculado ao ponto chegue no local e não haja mais espaço físico para estacionar, o último táxi que não for vinculado ao ponto deverá sair para que esse possa estacionar.
 
A Portaria 06/2012 limita o horário de 6h às 9h, para atuação dos taxistas de apoio, nos pontos que atendem os hotéis da cidade. A autorização vale somente para os táxis convencionais.

De acordo com o secretário municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana, Domingos Sávio Gava, a medida, que dará mais rotatividade aos táxis, foi discutida com o sindicato da categoria. "Essa é uma medida que visa dar mais rotatividade e opções para quem utiliza o serviço. Foi uma decisão amplamente discutida com o sindicado da categoria, que nos apoiou e contribuiu para que isso acontecesse".

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Vitória, João Vailant, também concorda com a decisão. "Estamos de acordo com a medida que vai melhorar o serviço, tanto para o usuário, quanto para os taxistas. Ficaremos monitorando, se acharmos necessário um ou outro ajuste, vamos solicitar", informou João.

Com edição de Deyvison Longui


Fonte: http://www.vitoria.es.gov.br/secom.php?pagina=noticias&idNoticia=7752

 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Museu Homero Massena: um dos maiores patrimônios históricos de Vila Velha

 
Em uma casa de esquina, na Quadra 148, nº 175, no Parque da Prainha, viveu, por 23 anos, o artista Homero Massena. O local onde morou e fez as melhores pinturas de sua vida é hoje o Museu Homero Massena. A casa foi tombada no final da década de 80, é um dos maiores patrimônios históricos de Vila Velha, e conserva as obras e a história de vida do artista. O museu é um tradicional cartão postal da cidade, é aberto à visitação e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados, das 10 às 14 horas.
 
Homero Gabirobetz Massena nasceu na cidade de Barbacena, em Minas Gerais, no dia 4 de março de 1884 e chegou a Vila Velha com apenas seis meses de vida. Aos 15 anos ele descobriu a vocação artística e frequentou os cursos de pintura, urbanismo e decoração na Escola Nacional de Belas- Artes do Rio de Janeiro (RJ) e de Minas Gerais (MG). O artista também estudou na Europa, na Academia Julien, em Paris.

Por pressão do pai, formou-se em Odontologia, profissão que exerceu por dois anos. Foi jornalista e redator de A Batalha, O País, Jornal do Comércio e A Tarde. O artista, que trouxe a técnica de uma pintura mais elaborada para o Estado, é o maior nome e referência para os artistas capixabas. Massena tinha um amor declarado por Vila Velha e dizia que “para se viver bem, tem que ser em Paris ou em Vila Velha”, deixando bem clara sua paixão pelo município.

Amor e arte
O artista tinha na natureza sua fonte de inspiração e a maior obra-prima do pintor é o quadro “Solidão”, que hoje se encontra nas paredes do Palácio Anchieta. O artista utilizava em suas obras uma riqueza de texturas e transparências, levando com suas pinceladas um realismo às obras, criando vida em seus quadros.
 
Além das diversas obras, escreveu dois livros: “Miracema” e “Atribulações de um Capixaba”. É de Homero Massena a pintura do teto do Teatro Carlos Gomes. Durante sua vida de pintor, foi premiado com 28 medalhas, além de diplomas e outros prêmios.
 
Foi casado com Cecília Massena e teve três filhos. Casou-se novamente com a gaúcha Adelina Massena, conhecida como Edy, com quem viveu até seus últimos dias. Homero Massena faleceu em 1979, aos 89 anos.

Uma viagem ao universo de Massena

Na casa em que morou com a esposa Edy, o visitante pode conhecer um pouco mais do que foi o dia a dia de Massena. Livros, pincéis e um quadro não acabado permanecem intocáveis, deixando a vista os últimos passos do pintor. Varanda, sala, ateliê, dois quartos, banheiro e cozinha compõem a construção, típica de beira de praia das décadas de 40 e 50. Pinturas em todos cômodos e objetos pessoais remetem a criatividade do artista, que gostava de pintar nas rachaduras, dando um toque único e especial às paredes da casa.
 
Kleber Galvêas, artista e amigo pessoal do pintor, definiu Massena como um homem talentoso, espirituoso e único, dizendo que uma visita ao museu leva o visitante a conhecer um pouco mais do artista que amava Vila Velha.

Serviço:
Museu Homero Massena
Funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados, das 10 às 14 horas.
Endereço: Avenida Beira Mar, 175, Prainha – Vila Velha.

Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação Semcult/Semel
Lívia Albernaz
liviaalbernaz@vilavelha.es.gov.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
liviaalbernaz@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
27 3149-7923 / 9800-2020
Fonte: http://www.vilavelha.es.gov.br/Notícias/Geral/15958-museu-homero-massena-um-dos-maiores-patrimonios-historicos-de-vila-velha.html
 

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Circuito de agroturismo de Vila Velha oferece opções variadas de lazer

O circuito de agroturismo de Vila Velha reúne restaurantes, fazendas e pousadas que oferecem ao turista e aos visitantes contato direto com a natureza, além de uma oportunidade de se deliciar com uma tradicional comida caipira, tudo dentro da área rural vilavelhense, que compreende cerca de 60% do município. Opções não faltam para quem quer sair do agito da cidade grande e desfrutar de um dia tranquilo a poucos minutos de casa.


Uma delas é a Fazenda Rico Caipira, próximo ao Aeroclube, propriedade rural que faz parte do Circuito Jaguarussú, e conta com fazendinha, pedalinho e outras atrações. No local, o visitante pode ainda conhecer a produção de iogurtes da fazenda, desde a retirada do leite da vaca até a produção final. Mariléia Costa da Silva levou o neto, Luiz, para conhecer a propriedade e aprovou as instalações e toda a rota de agroturismo de Vila Velha.




Paz, clima agradável e tranquilidade, diversão para crianças e, principalmente, contato com a natureza, também podem ser conferidas no Rancho Forte, localizado na Avenida Jaguarussú, primeira rua à direita após o Aeroclube da Barra do Jucu. Outro atrativo do local são ruínas jesuíticas que agregam conhecimento ao lazer. Algumas propriedades do circuito de agroturismo recebem visitas de escolas e grupos.
De acordo com o Censo Agropecuário de 2006 as comunidades rurais de Vila Velha ficam em: Xuri, Jaguaruçu, Tanque, Atlântico II, Mata da Barra, Córrego do Sete, Camboapina, Jabaeté e Retiro do Congo. As atividades executadas são pecuária de leite e corte, agroindústria (laticínio, cachaça), silvicultura, cana de açúcar, turismo rural, pesca e agricultura. As culturas agrícolas são variadas, como coco, milho, feijão, cana de açúcar, maracujá, seringueira e eucalipto.
Os donos de restaurante ou pousada do circuito de agroturismo de Vila Velha que tiverem interesse em atualizar e cadastrar informações no site da Prefeitura podem ligar para 3149-7923 (falar com Lívia).

Agroturismo de Vila Velha
Rico Caipira www.ricocaipira.com.br
Produção de iogurtes e outros produtos lácteos, preservação do meio ambiente com 25 hectares de Mata Atlântica chegando até o Rio Jucu. Aberto para visitação na propriedade e na fábrica. Passeios escolares com agendamento prévio.
Contato: Ricardo José Sobreira Nunes – Claudete Lampier da Fonseca
(027)3244-4404 / 3244-5913

Rancho Forte www.ranchoforte.com.br
Restaurante de comida caseira, passeios a cavalo e de charrete, ruínas jesuíticas, hotel para cavalos, seringal, sinuca, trilhas ecológicas, mata atlântica. Passeios para grupos, especialmente escolares.
Funcionamento sábados, domingos e feriados 9h às 18h
Contato: (027) 3242.2449 / 9227.9136 Rodrigo / 9239.8070 Valéria

Sítio Canto da SereiaÁrea arborizada e gramada com estrutura para retiros, acampamentos, confraternizações, casamentos, aniversários e eventos em geral. Buffet completo, salão multiuso, campo de futebol, vôlei de areia, playground, piscinas adulto e infantil, hidromassagem, jardins, churrasqueira e alojamento.
Atendem grupos com agendamento.
Funcionamento: Todos os dias de 7 às 8h
E-mail: sitiocantodasereia@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Contato: Silvia (27) 3349-0401 / 9949-3568 / 9983-8574

Sítio Nandobel www.flogao.com.br/sitionandobel
Pousada, restaurante, piscinas, sauna, campo de futebol society, camping, bar, sala de jogos, playground, quadra de vôlei de areia, churrasqueira, videokê, pesque e pague e aluguel de baias.
Contato: Fernando e Isabel (27) 3260-1177 / 8808-9754 / 8812-9800

Fazenda CampingRestaurante Delícias da Fazenda, área de eventos, piscinas, piscinas com rampas, campo de futebol society, camping, bar, sala de jogos, playground, lago, cavalos, charrete, quadra de vôlei de areia, cabanas com churrasqueiras.
Contato: Eduardo - (27) 3260-1492 / 8813-0948

Fazendinha JK Pesque pague, cavalos, charrete, campo society, piscina com água potável, quadra de vôlei (areia), muitos pássaros e muita paz. Área para festas e eventos, comida caseira, self-service e “a la carte”.
Funcionamento: 8 às 17 (com agendamento)
Sábado, domingo e feriados (aberto ao público)
Contato: Euselina Barreto da Costa Souza - (27) 3242-2049 / 9224-6346/ 9292-9395

Sítio Toca do Índio www.tocadoindio.com.br
Ampla área para eventos, festas, reuniões, campo de futebol, society, salões de jogos, salão com mesas de sinuca, ping-pong e jogos em geral, playground, sala com telão, piscina e churrasqueirras. Suítes para hóspedes, áreas para alojamento.
Contato: Arnaldo e Maria - (27) 8802.0366 / 9982.9838 / 9802.4297
(27) 3222-1252 (Em horário comercial)

Sítio Pousada Xodó www.sitioxodozinho.com.br
E-mail: sitioxodo@yahoo.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Pousada e alojamento e lazer para grupos, igrejas, empresas, escolas. Área arborizada com piscinas, charrete, playground, campinho, comida caseira rural e muito.
Contato: Edneia Reis Gomes - (27)3223-3867 / 9969-0450
Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação Semcult/Semel
Lívia Albernaz
liviaalbernaz@vilavelha.es.gov.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
liviaalbernaz@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
27 3149-7923 / 9800-2020
Fonte: http://www.vilavelha.es.gov.br/Notícias/Geral/13978-circuito-de-agroturismo-de-vila-velha-oferece-opcoes-variadas-de-lazer.html

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Tem samba de segunda a segunda pela Grande Vitória

Da tradicional segunda-feira no Mar e Terra aos ensaios nas quadras das escolas do carnaval capixaba, passando por bares e casas noturnas, o ritmo mais popular do Brasil brilha durante toda a semana na Grande Vitória

 

Leonardo Soares - gazeta online


"Como é gostoso cair no samba. Você também pode ir pro samba". Os convites para ouvir, cantar e dançar ao som do ritmo mais popular do Brasil estão em cada música e em muitos cantos da Grande Vitória. E não é preciso esperar a semana inteira passar para encontrar um barzinho com roda de samba ao vivo. Nos últimos tempos, tem samba todos os dias da semana e para todo tipo de público. Conheça o mapa dos sete destinos do samba na Grande Vitória, um para cada dia da semana.

Mapa do sambaSegunda-feira
Fabrício Deorce. Mar e Terra
Mar e Terra. Fabrício Deorce sai de Laranjeiras, na Serra, para curtir o samba de toda segunda-feira
O primeiro samba da semana acontece toda segunda-feira no Clube de Pesca de Santo Antônio, o Mar e Terra. A localização é fácil. O clube fica na região da Rodoviária de Vitória, na Avenida Dário Lourenço de Souza, logo após o sambódromo da capital. Ambiente arejado, área aberta de frente para a Baía de Vitória e cerveja gelada são as principais atrações oferecidas, além do samba da melhor qualidade, é claro.

O local funciona como um terreiro de samba. A capacidade é para cerca de 300 pessoas e o ingresso custa R$ 10 para mulheres e R$ 15 para homens. O samba começa às 19h e vai até 0h, com todos os tipos de samba, cantados numa roda de músicos capixabas que ficam posicionados em um palco no centro do espaço. Apesar de ser aberto a todos os tipos de público, o Mar e Terra geralmente é um samba mais popular. O ponto forte é para o pagode e sambas mais conhecidos.

A segurança do local e o bom comportamento dos frequentadores são o diferencial do Mar e Terra, na opinião de Fabrício Deorce Lima, de 25 anos. Morador de Laranjeiras, na Serra, ele garante que vale a pena atravessar Vitória inteira para curtir um bom samba em plena segunda. "Venho sempre aqui. Já frequento há uns quatro meses e trago os amigos sempre que é possível. Eu gosto porque é um lugar tranquilo, tem gente bonita. Nunca vi uma confusão, isso ajuda a escolher o local para me divertir", garante.

Clube de Pesca Santo Antônio - Mar e Terra
Toda segunda-feira, das 19h a 0h
Preço: R$ 10 mulher e R$ 15 homem
Atração: roda de samba com todas as variações do ritmo
Capacidade: cerca de 300 pagantes
Telefone: 3332-1033


Mapa do sambaTerça-feira
Ensaio Botequim
Ensaio Botequim. Ambiente climatizado, todos sentados, música ao vivo com o melhor do samba
Na terça-feira o batuque é do outro lado da Ilha. No local conhecido como Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, o samba ecoa no Ensaio Botequim. Com ambiente climatizado e decoração sofisticada, o local reúne até 220 pessoas sentadas e o fluxo de frequentadores no local é controlado para que os clientes só entrem quando houver mesa disponível.

São dois ambientes. O interno, onde ficam o bar e o palco para música ao vivo, é maior e climatizado. Há também a área externa (coberta), onde as pessoas podem conversar com o som ambiente mais baixo.

As músicas mais tocadas no local são de compositores consagrados como Noel Rosa, Cartola, Erivelton Martins, Dona Ivone Lara, Pixinguinha, Adoniran Barbosa, entre outros. O som fica por conta do Grupo Ilha, formado pelos músicos Rodrigo Tristão, Cecitônio Coelho, Marcus Bacalhau e Mestre Ditão.


É essa mistura de ritmo popular com ambiente sofisticado que faz Viviane Hernandes, 21 anos, ir ao Ensaio Botequim sempre que pode. Moradora de Vila Velha, ela não costuma sair muito durante a semana, já que o trabalho ocupa muito tempo. Mas agora que está de férias, Viviane sempre sai com as amigas.

"Sou de Vila Velha e costumo vir para ao Ensaio Botequim quando posso. Principalmente nas férias, pois durante o ano não dá. A música é boa, a banda, gosto do local também. Recomendo".

O Ensaio Botequim fica na Rua Joaquim Lyrio, na Praia do Canto. O funcionamento é a partir de 20h30 e para entrar é cobrado um couvert de R$ 6.


Ensaio Botequim
Toda terça-feira, a partir das 20h30
Preço: R$ 6 de couvert
Atração: Grupo Ilha, tocando sambas de compositores consagrados
Capacidade: cerca de 220 pessoas
Telefone: 3347-1522


Mapa do sambaQuarta-feira
Balístico Music Bar
Balístico Music Bar. Proprietário mostra ambiente interno com palco suspenso e música ao vivo
Ainda no Triângulo das Bermudas, na Praia do Canto, em Vitória, a quarta-feira também é dia de samba na conversa. Dessa vez o batuque é no Balístico Music Bar, na Rua Joaquim Lírio. Os apreciadores de um bom samba podem chegar ao local a partir de 21h e a casa só fecha por volta de 1h30 da madrugada.

O local tem um grande salão e duas varandas também espaçosas. O palco onde os grupos se apresentam é suspenso e pode ser visto de todos os pontos dentro do bar. Para entrar é cobrado um couvert de R$ 10. Para alimentação há petiscos e todos os tipos de bebidas. E lá o samba não é só na quarta-feira. Domingo também é dia de batucar no Balístico. Para o proprietário, Bernardo Teteco, o bar já foi aberto pensando na valorização da música capixaba.


"A ideia é amar a música. A gente gosta de dar valor ao músico local. O que mais temos é gente qualificada para fazer samba na cidade de Vitória. E o povo está ouvindo muito mais Cartola, Beth Carvalho, Nelson Cavaquinho. É a cara do morro e a cara de Vitória", relata.

Bernardo destaca que os públicos são diferentes nos sambas de quarta e de domingo no Balístico. Na quarta-feira o público é menor e mais seletivo. Os sambas são menos agitados e mais melódicos. Então, para quem quer aproveitar a quarta-feira com um sambinha de leve, o destino já está traçado.

Balístico Music Bar
Toda quarta-feira, a partir das 21h
Preço: R$ 10 de couvert
Atração: grupos de samba, pagode e chorinho. Quarta e domingo
Capacidade: cerca de 550 pessoas
Telefone: 7811 5285 ou 9763 9398


Mapa do sambaQuinta-feira
Balístico Music Bar
Bar do Gordinho, em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha. Espaço amplo, samba bom e tira-gosto
De Vitória para Vila Velha, o dia conhecido como prévia do fim de semana tem endereço marcado no Bar do Gordinho, em Coqueiral de Itaparica. O local tem amplo espaço e também uma raridade em bares: estacionamento próprio. Por funcionar em um centro comercial, o Bar do Gordinho utiliza todo o espaço externo com mesas e cadeiras.

No cardápio musical, todo tipo de samba, entre canções de compositores nacionais e músicas próprias de Leley do Cavaco. Já no 'repertório' culinário, todos os tipos de tira-gosto de boteco: kieber de frango, pasteis (o mais famoso é o de costela bovina), rabada, linguiça frita e diversas outras opções.

O músico Marcelo Romano, conhecido entre os amigos do local como Marcelão, não perde um samba no Bar do Gordinho. Ele garante que se fosse preciso, ele batia cartão no bar.

"O samba aqui é da melhor qualidade. Temos o Leley do Cavaco, que é compositor de sambas na Piedade, Jucutuquara, MUG. Um excelente cantor. E os sambistas estão sempre por aqui, cantando ou se divertindo".

O Bar do Gordinho fica na rua Saturnino Rangel Mauro, ao lado da Caixa Econômica Federal. O estabelecimento funciona de 18h à 0h nos dias de semana.

Bar do Gordinho
Toda quinta-feira, a partir das 18h
Preço: não é cobrada a entrada no local
Atração: Roda de samba com o compositor capixaba Leley do Cavaco
Capacidade: até 1,2 mil pessoas em dias de grandes eventos
Telefone: 9897-4027


Mapa do sambaSexta-feira
Ensaio Boa Vista 30/01/2009
Ensaio na escola de samba Boa Vista. Bom público e apresentação de passistas da escola
Chegando a sexta-feira, nada melhor que esquentar os tamborins com vários tamborins. O fim de semana começa com ensaio de escola de samba. A Independente de Boa Vista, escola do bairro Itaquari, em Cariacica, abre as portas da quadra toda sexta-feira a partir das 21h para quem gosta de sentir a pulsação de uma bateria.

A quadra da agremiação fica na Rua Pio XII, no ginásio de esportes do bairro. O local é coberto, com capacidade para até mil pessoas e tem amplo estacionamento. As atrações de toda sexta-feira são grupo de pagode, grupo de intérpretes da escola, bateria da Boa Vista, passistas e rainha de bateria. O sambista Caulit Junior não perde um ensaio e destaca os pontos fortes do local.

"A receptividade da comunidade da Boa Vista é bem legal. Tem atraído um público de fora com frequência. Os ensaios estão dando bastante gente. E sempre há eventos diferenciados aqui na quadra", pontua.

O preço para participar dos ensaios da escola de samba é de R$ 10 antecipado e R$ 15 na portaria. A quadra possui um bar com cerveja, ice, refrigerante e água. Para comer, churrasquinho.

GRES Independente de Boa Vista
Toda sexta-feira, a partir das 21h
Preço: R$ 10 antecipado e R$ 15 na bilheteria
Atração: grupo de pagode, bateria, passistas, intérpretes, passistas e rainha de bateria
Capacidade: até mil pessoas
Telefone: 9878-5657


Mapa do sambaSábado
José Carlos Rosa Martins, o Zé Carlos, diretor de barracão da Andaraí
Ensaio da Andaraí. Para José Carlos Rosa Martins, eis a melhor pedida para as noites de sábado
No sábado o endereço do samba volta a Vitória. O Clube Caxias, no bairro Santa Martha, recebe o mega ensaio da Andaraí e da pega no Samba, sempre em conjunto. As duas tradicionais agremiações da capital semanalmente recebem uma terceira escola de samba para completar a festa.

O preço é bem acessível. A entrada a partir de janeiro será de R$ 5. O Caxias fica localizado na avenida Leitão da Silva, em frente aos Correios. O local tem amplo estacionamento com vigilante, bares e barracas de churrasquinho e lanche.

O local, que tem capacidade para reunir até 2 mil sambistas não é totalmente coberto. Portanto, vá quando não estiver chovendo. Com o céu aberto, o samba rola solto a partir de 22h. Com poucos vizinhos, o samba entra pela madrugada. Quem sabe bem disso é o sambista e frequentador da escola, José Carlos Martins.

"Andaraí é sempre uma escola de samba de surpresas. É um ótimo local de ensaio, um bom ambiente, ainda mais agora trazendo atrações do Rio de Janeiro com frequência, ou mesmo as próprias escolas de samba daqui. Essa é somente uma das inovações da nossa escola", garante.

GRES Andaraí
Todo sábado, a partir das 22h
Preço: R$ 5 a partir de janeiro
Atração: Baterias da Andaraí e da Pega no Samba, sempre acompanhadas de uma escola de samba capixaba
Capacidade: até 2 mil pessoas


Mapa do sambaDomingo
MUG
Ensaio na quadra da MUG, na Glória. Bom público, show de passistas e som da bateria da campeã
Fechando a programação das opções de destino para se divertir ao som do samba, a quadra da escola de samba campeã do Carnaval Capixaba de 2011 abre todo domingo para receber os amantes e admiradores do samba. A Mocidade Unida da Glória (MUG) fica localizada na Rua Mourisco, no ponto final do bairro Glória, em Vila Velha. A quadra é totalmente coberta e os ensaios começam a partir de 20h.

As atrações são a bateria da escola de samba, o grupo de passistas-show, a rainha de bateria e os casais de mestre-sala e porta-bandeira. As tradicionais baianas recepcionam os visitantes no local. A MUG possui dois bares e uma cozinha que oferece no cardápio tira-gosto, salgados e porções. Além disso, há opções como uma barraquinha de churrasquinho e um bar de drinks.

No carnaval 2012 a escola vai homenagear Luiz Gonzaga. E o carnavalesco da escola, Petterson Alves, acredita que essa junção de samba e forró tem chamado o público para a quadra. "Até para quem não conhece bem a carreira de Gonzagão pode conhecer melhor a história aqui na MUG. Estamos misturando forró com samba e com certeza até o publico de forró vai gostar. De repente junta os dois gostos e se apaixona mais do samba. É só chegar e sambar".

O ponto forte do ensaio fica por conta da bateria, que toca das 21h às 23h, faz um pequeno intervalo e depois volta até 0h30. E para quem gosta de acessórios e brindes de samba, há ainda uma loja de artigos e roupas com a marca da escola canela-verde.

Mocidade Unida da Glória (MUG)
Todo domingo, a partir das 20h
Preço: R$ 10 na bilheteria
Atração: bateria, passistas, baianas, rainha de bateria e intérpretes
Capacidade: até 3 mil pessoas
Telefone: 3219-5868

Fonte: http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2011/12/noticias/especiais/1069516-tem-samba-de-segunda-a-segunda-pela-grande-vitoria.html


terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Banhistas e turistas terão mais ônibus para as praias de Vitória durante o verão

Samira Gasparini
Ônibus da Linha 211 - Jardim Camburi
Os usuários da linha 211 - Santo André/Jardim Camburi - contarão com quatro viagens extras

Para facilitar o acesso às praias da capital durante o verão, a Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) vai reforçar, nos finais de semana, algumas linhas de ônibus. O reforço começa a valer a partir deste sábado sábado (07).
A linha 074 - São Cristóvão/Circular/Bairro da Penha - fará três viagens extras aos domingos e feriados, com saídas às 15h40, às 16h55 e às 18h.
Já a linha 212 - Mário Cyprestes/Aeroporto/Via Beira-Mar - fará duas viagens extras aos domingos e feriados, com saídas às 15h e às 17h.
Quem utiliza a linha 031 - São Benedito/Curva da Jurema - contará com mais quatro viagens aos sábados e quatro viagens também aos domingos, com partidas às 15h20, às 16h10, às 17h e às 17h50.
Para a linha 103 - Caratoíra/Curva da Jurema - foram lançadas mais três viagens aos sábados e mais três aos domingos, com saídas previstas às 15h30, às 16h e às 17h50, aos sábados, e, às 16h, às 17h30 e às 18h, aos domingos.
A linha 331 - Ilha das Caieiras/Jucutuquara - recebe duas viagens extras no sábado, com saídas às 15h25 e às 16h45, e três extras aos domingos, com saídas às 14h50, às 16h20 e às 17h40.
 
 
Já a linha 213 - Grande Vitória/Curva da Jurema - foi contemplada com três viagens extras, tanto aos sábados quanto aos domingos. Aos sábados, as saídas acontecem às 16h05, às 17h05 e às 18h05 e, nos domingos, às 15h20, às 16h40 e às 17h50.
Os usuários da linha 211 - Santo André/Jardim Camburi - contarão com quatro viagens extras, tanto aos sábados quanto aos domingos. As saídas estão programadas para 16h04, 16h50, 17h20 e 17h50 aos sábados. Aos domingos, às saídas acontecem às 15h57, às 16h20, às 17h20 eàs 17h30.
Para a linha 201 - Curva da Jurema/Bela Vista - estão programadas duas viagens extras aos sábados e duas aos domingos. Aos sábados, as saídas acontecem às 15h45 e às 17h10. Aos domingos às 15h20 e às 16h15.
Já os usuários da linha 073S - Maruípe/Bairro da Penha/Via Beira-Mar - contarão com três viagens extras aos sábados, com saídas às 15h25, às 16h15 e às 17h15. Aos domingos também serão três viagens extras, com saídas às 15h20, às 16h10 e às 17h.
 
 
Como as viagens extras foram calculadas para a ida dos usuários às praias da capital, se o tempo estiver chuvoso a programação poderá não acontecer e os coletivos seguirão o planejamento nornal de viagens.
 
 
Com edição de Deyvison Longui