quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Vitória terá feira livre com produtos orgânicos na praça do Papa

Marcos Salles
Feirante entregando alimentos orgânicos à comprador
Na praça do Papa, serão montadas 22 barracas pradonizadas para vender produtos hortifrugranjeiros que não contêm substâncias químicas


Vitória vai contar com mais uma feira de produtos orgânicos a partir de 21 de março. A segunda unidade desse tipo vai funcionar na área de estacionamento da praça do Papa, de 17h às 20 horas, toda quarta-feira.
 
 
O projeto está sendo desenvolvido numa parceria das secretarias de Serviços de Vitória (Semse) e de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag).
 
 
A inauguração será às 17h do dia 21 de março e, assim, Vitória passará a contar com 18 feiras livres situadas em diversos bairros, dentro do projeto Feira Legal.
 
 
Para a nova feira na praça do Papa, serão montadas 22 barracas pradonizadas para vender produtos hortifrugranjeiros que não contêm substâncias químicas.
 
 
Os produtos serão comercializados pelos feirantes de Iconha, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina e Vitória, onde os produtos são cultivados de forma sustentável, respeitando as safras de cada espécie.
 
 
Segundo o secretário municipal de Serviços, Romário de Castro, a expectativa é bastante positiva quanto ao sucesso dessa nova feira, uma vez que os produtos orgânicos são recomendados para uma alimentação saudável e balanceada. A outra feira de produtos orgânicos de Vitória funciona no bairro Santa Luiza, aos sábados, de 5h às 13 horas, na rua Arlindo Brás do Nascimento.
 
 

Escolas já utilizam

Frutas e legumes de época cultivados sem agrotóxicos e outras substâncias sintéticas já fazem parte do cardápio dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). Os alunos recebem duas refeições por dia preparadas com alimentos orgânicos, como abacate, banana prata, laranja, limão, morango, alface, couve, coentro, inhame e salsa.
 
 
Diversos alimentos orgânicos integram as refeições nas escolas municipais desde 2009. Além deles, a Prefeitura de Vitória adquire alimentos junto a cooperativas, pequenos produtores e empreendedores rurais do Estado. A lista de quase 50 itens é formada por vegetais como abobrinha, acelga, aipim, batata doce, beterraba, cebola, tomate, vagem e frutas.
 
 
Com edição de Deyvison Longui

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Exercícios físicos com orientação

Marcos Salles
Deck SOE da Praia de Camburi

O Serviço de Orientação ao Exercício (SOE) oferece aulas gratuitas de alongamento, ioga, hidroginástica, ginástica localizada e voleibol master (para maiores de 40 anos), além de caminhada e dança. As aulas são ministradas por professores e estagiários de Educação Física em módulos instalados em parques, praças e outros espaços públicos.
O serviço tem o objetivo de orientar e incentivar a prática regular e correta de exercícios; combater o sedentarismo e auxiliar na prevenção e tratamento de doenças crônico-degenerativas não transmissíveis. Qualquer pessoa pode participar: basta comparecer a um dos módulos, no horário das atividades. Não há limite mínimo nem máximo de idade.
 
 

Como funciona

Antes de iniciar a atividade física, o aluno passa por uma avaliação individualizada. A equipe do SOE verifica as condições físicas e de saúde do aluno, levando em consideração, entre outras coisas, os fatores de risco coronariano. Não havendo nenhuma restrição com relação à prática da atividade pretendida, a pessoa é liberada para frequentar as aulas.

 


SOE Móvel

Com o objetivo de ampliar o serviço, em março de 2006 foi implantado o SOE Móvel. Assim, as orientações para a prática de atividades físicas são levadas aos moradores com dificuldades de acesso a regiões onde os módulos do SOE estão instalados.
O Serviço de Orientação ao Exercício atua também nas unidades de saúde, onde são promovidas as mesmas atividades realizadas nos módulos do SOE. Além disso, são feitas visitas domiciliares e ações educativas.
Atualmente, 17 unidades de saúde oferecem esse serviço: Bairro República, Jardim da Penha, Santo André, Resistência, Fonte Grande, Vitória, Praia do Suá, Jesus de Nazareth, Santa Martha, Ilha de Santa Maria, Grande Vitória, Maruípe, Jardim Camburi, Consolação, Ilha do Príncipe, Alagoano e Andorinhas.
Além dessas unidades, também desenvolvem atividades os seguintes centros de referência: Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Capsi) e Centro de Prevenção e Tratamento de Toxicômanos (CPTT).
 
 

Fonte: http://www.vitoria.es.gov.br/semus.php?pagina=comoeoservico 



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Artesanato capixaba em exposição para os turistas de cruzeiros marítimos

Foto Divulgação
Loja de artesanato
Na lojinha podem ser encontrados vários artigos para presentes como a iconografia de Vitória e os pequenos souvenirs com motivos capixabas

Uma pequena loja de artesanato está instalada na área de recepção aos turistas que aportam em Vitória nesta temporada de cruzeiros marítimos.
Acompanhados e apoiados tecnicamente pela Secretaria Municipal de Trabalho e Geração de Renda (Setger) estão expondo, neste espaço montado no Armazém 5 da Codesa, seis artesãos que trabalham do Mercado São Sebastião, sendo um deles do Centro Público de Economia Solidária e dois expositores do Programa Artes na Praça, que acontece nos finais de semana na praça dos Namorados, na Praia do Canto.
Na lojinha podem ser encontrados vários artigos para presentes como a iconografia de Vitória e os pequenos souvenirs, que vão das tradicionais panelinhas de barro às camisas pintadas com motivos capixabas. Também estão em exposição joias artesanais produzidas com pedras semipreciosas.
Para a gerência do Programa de Economia Solidária da Setger esta é uma boa época do ano para os artesãos capixabas, pois, além da comercialização, eles também podem divulgar o artesanato da terra para fora do Estado. A loja de artesanato ficará aberta até o dia 16 de abril, quando o último navio da temporada de cruzeiros desembarca na capital.
Com edição de Deyvison Longui



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Guarapari


                                                                   Foto: Érika Mezabarba

Guarapari está no coração do Espírito Santo, em meio a uma paisagem natural única, onde a beleza do mar, praias e manguezais se une à beleza e charme das montanhas. Conhecida por suas praias maravilhosas, Guarapari vive hoje um novo momento de valorização de suas riquezas naturais, históricas e culturais.



Eu já fui:
Guarapari é uma das cidades mais famosa do nosso Estado, apelidada de "cidade saúde", pois a praia da areia preta é conhecida "pelo alto teor de radioatividade em suas areias que são escuras e ricas em monazita, acreditar-se ser benéfico para o tratamento de doenças como reumatismo e artrite, o que a torna procurada por idosos que se cobrem de areia em busca de suas propriedades medicinais. No final desta praia, vê-se um barranco de cores variadas, passando do roxo, avermelhado até o branco. É a conhecida batinga, barro moldável, que serve para esculpir objetos." (PMG).

Em época de verão a cidade fica cheiaaaa, formam-se filas nas padarias, supermercados... fica difícil estacionar! Se quizer escolher lugar na praia vá cedinho rs! Mas garanto que compensa, as praias são bonitas mesmo, a água é limpinha, azulzinha, não é quentinha!! rs Mas pelo ou menos refresca de verdade, garanto!!!! rs A minha preferida é a das castanheiras, a água lá é bem calminha ideal para as crianças!

Foto: Érika Mezabarba

Recentemente a cidade recebeu uma reforma na orla, agora o calçadão esta modernizado e equipado com quiosques bonitos, chuveiros, sanitários... E por falar nisso não posso deixar de dizer que sou SUPER contra a cobrança de R$1,00 para o uso dos banheiros. Existem pessoas que concordam, dizem que "se for de graça os usuários destroem", mas eu não concordo. Já pagamos tudo duas vezes aqui no Brasil: nossos impostos pagam por educação, saúde, rodovias de boa qualidade e nós pagamos educação particular, plano de saúde, pedágio... até um banheiro na praia construído e mantido com nosso dinheiro vamos precisar pagar para usar? É a mesma coisa de pagar tarifa para embarcar na rodoviária e para usar o sanitário ter que pagar também (2x). Fala sério né?

Foto: Érika Mezabarba

Uma coisa que me impressiona é como o setor público economiza lixeiras, vocês já perceberam? Sinto muita falta de lixeiras nas praias, as disponíveis não suportam a demanda causada pelo grande fluxo de turistas.

 Foto: Érika Mezabarba

  Foto: Érika Mezabarba

  Foto: Érika Mezabarba

Todo verão é montada uma feira de artesanato no Centro da cidade.
Uma coisa que sinto falta é que nem no verão nada acontece de animado no calçadão do Centro, nem à noite a prefeitura disponibiliza uns showzinhos e tal... Me disseram que na Praia do Morro até acontece alguma coisa (mas se vc ficar no centro não é pertinho não)!!!
Portanto não conte com um rock 0800 em Guarapari, a galera se manda para uma famosa casa de shows: http://www.multiplacemais.com.br/ no verão vem muito artista famoso: Ivete, Exalta samba... para todos os estilos!!!

Quer fazer uma viagem gostosa por Guarapari sem sair de casa e conhecer tudo que a cidade tem para oferecer, recomendo esses dois vídeos feito por minha amiga Raquel (Programa Gente na TV):

http://www.youtube.com/watch?v=MdfUDP5pJLk
http://www.youtube.com/watch?v=wswHsjzfNyk


Não posso deixar de comentar sobre a valsa de Guarapari, uma linda melodia, meu tio adora, canta ela todinha:

http://www.guarapari.es.gov.br/v3/index.php/conhecaguarapari/valsa-de-guarapari.html


Acesso:
A cidade limita-se ao norte com a Grande Vitória, a leste com o Oceano Atlântico e ao sul com a cidade de Anchieta.
Obs: Infelizmente ainda não existe opção de transporte do aeroporto de Vitória até Guarapari.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Falta uma casa de sucos em Vitória

Bom... Para quem não sabe, existe uma lista aqui no blog "Falta em Vitória": http://www.capixabaquersairdecasa.blogspot.com/search/label/Falta%20em%20Vit%C3%B3ria
E continuando a listagem devo dizer que falta aqui em Vitória uma casa de sucos! Gente.. que delícia uma casa de sucos naturais (preparados com a fruta).
Noss... nesse verão só de ver um lugar desses dá vontade de tomar muiitoooo sucoooo!!!!
Existe uma casa dessas no Rio de Janeiro localizada no Leblon, o nome é Bibi sucos entrei no site deles para conferir:









O site para quem quizer conferir: http://www.bibisucos.com.br Bateu uma vontade de tomar suco? rs
Empreendedores fica aí mais uma sugestão!
Peço que os leitores também participe apontando o que falta na nossa cidade, no nosso Estado enfim...
Bj com sabor de suco de uva para vocês!!!




terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Museu Vale define calendário de exposições para 2012

Neste ano, as exposições e os debates abordarão a relação entre os cidadãos e as cidades
 

GAZETA ONLINE


foto: Foto do Leitor/Aline Charpinel
Museu Vale
Neste ano, os debates e as exposições abordarão um tema único no Museu Vale
Em 2012, a relação entre os cidadãos e as cidades será explorada nas atividades do Museu Vale. Com a programação anual definida, o objetivo é apresentar debates e exposições que abordem a existência humana no ambiente urbano.
"As atividades programadas para 2012 envolverão temas que tocam e despertam sonhos, desejos, utopias e realidades dos cidadãos em relação às cidades. Estes assuntos serão debatidos a partir dos Seminários Internacionais Museu Vale e continuarão presentes nas exposições", destaca o diretor do Museu Vale, Ronaldo Barbosa.


A programação tem início no dia 14 de março com a sétima edição dos tradicionais Seminários Internacionais, que prosseguirão até o dia 18 do mesmo mês. O título do evento deste ano será "Se essa rua fosse minha... - Sobre desejos e cidades".


Exposições

Expandindo o tema dos seminários nas mostras, em junho de 2012, o Museu Vale inaugura a exposição "Água Viva", da artista Shirley Paes Leme. O trabalho, inédito, será uma instalação que envolverá matérias-primas utilizadas na confecção das panelas de barro do Espírito Santo e do tanino, tinta produzida a partir das plantas encontradas nos manguezais.

Encerrando a programação de 2012, o espaço receberá a abrangente exposição do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. Na mostra,serão apresentados trabalhos executados por ele, como o projeto do Cais das Artes, que está sendo implantado na cidade de Vitória.

"Será a oportunidade de envolver a comunidade e desenvolver um diálogo entre os cidadãos e habitantes do espaço, estimulando prospecções a respeito da cidade e seu entorno", declara Barbosa.




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Serra ganha cinema com maiores salas do Espírito Santo

Cine Araújo está localizado dentro do Shopping Mestre Álvaro e foi aberto nesta sexta-feira (03)

GAZETA ONLINE

foto: Divulgação
Cine Araújo
As duas fileiras de poltronas vip do Cine Araújo presentes em todas as cinco salas

Os moradores da Serra ganharam mais uma opção de lazer. Nesta sexta-feira (03), será aberto o Cine Araújo, no Shopping Mestre Álvaro. O novo complexo de cinemas em terras capixabas traz consigo duas salas com o sistema Max Screen, onde estarão as maiores telas do Estado, medindo aproximadamente 180m², quase o dobro da que era a maior até hoje com aproximadamente 93m².

São cinco salas stadium capazes de receber aproximadamente 1.700 pessoas. As salas com o sistema Max Screen também vão exibir filmes em 3D. O diferencial dos demais cinemas presentes no Estado está na ala Vip, que consiste em duas fileiras de poltronas com assentos reclináveis e apoio para copos.

As poltronas especiais não possuem valor diferenciado. Todos os lugares são numerados e o cliente escolhe a poltrona no momento da aquisição dos ingressos.
Os ingressos variam de R$ 7 (preço único pago na promoção Segunda Espetacular, às segundas-feiras) a R$ 20 (nas salas 3D nos finais de semana e feriados). Vale lembrar que ambos são valores de entradas inteiras.

Na semana de inauguração serão três opções imperdíveis: a ficção científica Viagem 2: A ilha Misteriosa e o clássico da animação A Bela e a Fera, ambos com exibições em 3D, e o terror A Filha do Mal, em cópias dubladas e legendadas.


Serviço:
Multiplex Serra – Cine Araújo
Onde: Shopping Mestre Álvaro – Av. João Palácios, 300 – Eurico Salles, Serra
Telefone: 3211-0100




sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Em Vila Velha - Projeto Praia Legal leva ao mar pessoas com mobilidade reduzida






Com o objetivo de levar acessibilidade às pessoas com mobilidade reduzida, está em funcionamento desde o dia 30 de dezembro o Projeto Praia Legal. Com uma estrutura especial e profissionais capacitados para atender a esse público, o projeto está em funcionamento todos os dias da semana na Curva da Sereia, na Praia da Costa, próximo ao Clube Libanês, das 8h às 18 horas. Para colocar o projeto em prática, foram instaladas no local esteiras, cadeiras anfíbias - que flutuam na água -, rampa, chuveiros e banheiros adaptados, além de uma tenda.
No calçadão, próximo à rampa acessível, um posto de informação foi instalado com mobiliário de suporte aos professores, que estarão informando e divulgando o projeto. No local, o público também poderá se cadastrar como voluntário ou usuário do projeto.
Além do banho assistido, será oferecido vôlei sentado e frescobol. Para o banho assistido, o cadeirante será transferido de sua cadeira, que ficará guardada no posto de atendimento, para uma cadeira anfíbia e será levado pelo profissional até a água, onde deverá permanecer durante um período máximo de 20 minutos.
 
 
O Praia Legal foi idealizado pela Secretaria de Defesa Social (Semdes), em parceria com as secretarias municipais de Transporte e Trânsito, Ação Social; por meio da Subsecretaria de Necessidades Especiais, Saúde, Educação, Serviços Urbanos e Obras, além do Movimento Vida Nova (Movive) e do Núcleo de Estudos e Práticas de Arquitetura e Urbanismo e Design de Produtos (NEP) e da Universidade de Vila Velha (UVV).
 
 
Informações à imprensa:
Assessoria de Comunicação Semdes/Semad
Raphael Marques
raphaelmarques@vilavelha.es.gov.br Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
27 3149-7924 / 9919-4733


Fonte: http://www.vilavelha.es.gov.br/Notícias/Geral/16110-projeto-praia-legal-leva-acessibilidade-as-pessoas-com-mobilidade-reduzida.html