terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Toca da Truta - Ibitirama ES


A Toca da Truta é pioneira na criação de trutas no Espírito Santo. Está entre as maiores truticulturas do país, localizada na Fazenda Pico da Bandeira, em Ibitirama, a 1.100m de altitude, numa área cercada pela Mata Atlântica, com capacidade de produção de 120 ton/ano.
Além de estar localizado em uma região de lindos horizontes, o Restaurante Toca da Truta com pratos variados e excelente culinária desperta elogios entre os clientes.

Eu já fui:
Continuando minha temporada de resenhas no Sul do ES, em um domingo ensolarado fui com a família conhecer a Toca da Truta (Ibitirama ES)!!!! Divido com vocês esse passeio delicioso:

A estrada Alegre x Ibitirama... é bem estreita e com muitas curvas, para ir até lá só com motorista prudente heim! Se eu não me engamos gastamos pouco mais de uma hora para fazer o percurso!
Em Ibitirama você encontra sinalização indicando a direção do local, porém hora com o nome "tecnotruta" outra hora como "Toca da truta", é a mesma coisa gente!!!!! E se ficar perdido, pergunte o primeiro que encontrar, porque lá todo mundo conhece esse ponto turístico que atrai tantos visitantes para a cidade!
Esta é a entrada do local:

                                                      Foto: Érika Mezabarba

Siga por 3 km em estrada de chão para chegar na Toca:

                                                                          Foto: Érika Mezabarba

Na porta do local um funcionário faz uma abordagem sobre a política da empresa:
"Consumação obrigatória de 20 reais por pessoa". Na hora assusta, mas além da alimentação, pode estar incluso no valor o pesque-pague. 
O preço é justificável pelo fato do custo com a manutenção do local! Aproximadamente 20 pessoas trabalham lá, é uma equipe genteeeee! Um lugar com organização!!!! Recebemos uma comanda com o número da placa do carro e nome do motorista! Muitas vagas de estacionamento são sombreadas.
                                                           Foto: Érika Mezabarba                                                                 

O proprietário é Sr. Francisco (engenheiro agrônomo), construiu o restaurante em 1998, ou seja este ano serão 17 anos de funcionamento. Ao parabenizar o proprietário pelo espaço ele contou sobre sua preocupação em atender com qualidade o número crescente de visitantes. Sr. Francisco esta nos quatro cantos daquele lugar ao mesmo tempo, é requisitado pelos funcionários a todo instante e esta sempre atento a tudo que se passa, ainda conseguindo tempo para receber quem esta chegando no estacionamento. 
Pensei em como deve ser maravilhoso; ver gente de todos os cantos vir visitar seu empreendimento, ao mesmo tempo imaginei como deve ser trabalhoso também!!! rs
 Foto com o Sr. Francisco (proprietário)
 Foto: Mayara Mezabarba
O lugar é bem bonito mesmo, rende lindas fotos, como nos passeios em família eu estou sempre atrás da máquina, acabo parecendo em poucas fotos, mas adoro sair nas fotos, por isso de hj em diante acho que devo procurar um namorado fotógrafo kkk ou que ao menos goste de tirar fotos kkk
                                              Foto: Érika Mezabarba                                                                      
O paisagismo foi bem planejado e cuidado, terreno todo gramado, dá gosto de ver, do jeito que eu gosto, adoro ir em lugares bem-cuidados e vejo que não sou somente eu que pensa assim, reparem como um lugar bem-cuidado atrai pessoas, se todos os empreendedores pensassem assim teríamos mais opções de lazer e viveríamos em um mundo mais bonito!
A Toca da Truta parece ser uma baixada (com eleve inclinação) no meio da mata, na parte mais alta existem vários tanques com trutas em fase de engorda. Todos os tanques são acimentados e abastecidos com água corrente (fresca e limpa). Ao lado direito um poço (também com água corrente) para banhista... banhistas corajosos... porque a água é geladinha e o local é sombreado!!!
                                                                  Foto: Érika Mezabarba
                                                                     
Ao redor da piscina mesas e banquinhos de mármore, logo adiante uma mini cachoeirinha de água limpinha, com alguns poços de água cercado de muitas pedras. No centro do terreno inclinado estão os açudes principais, divididos em três níveis, com lindas cascatas!

                                                          Foto: Érika Mezabarba
Não vi lixeiras, mas estava tudo muito limpo e bem cuidado, detalhe: Utilize o banheiro do restaurante que é mantido limpinho e cheiroso! 
Hora de comer minha gente.... O restaurante se divide em dois ambientes, interno com paredes de vidro (deve ter umas dez mesas), na parte externa mesas com sombrinhas. Não sei nos outros dias, mas no domingo as mesas no restaurante são bem disputadas após as 11h30, eu prefiro restaurante self service, onde você chega e a comida já esta pronta, só montar o prato...  mas lá é necessário fazer o pedido e aguardar uns 20 minutinhos ou mais. 
                                                              Foto: Érika Mezabarba
                                                                 
Segundo a atendente cada porção daria apenas para uma pessoa, mas pedimos por exemplo três porções de arroz e cinco pessoas comeram à vontade, a porção de truta frita dá para umas seis pessoas comer, uma porção de batata frita dá para umas três pessoas.
                                               Foto: Érika Mezabarba
                                                             
Claro que isso é muito relativo, mas para quem come sem exagero dá sim, a comida estava quentinha, batata crocante, o peixe é servido sem a espinha, o que diminui bastante os espinhos. Gastamos uma média de 15 reais por pessoa no almoço, achei o preço bom, completamos o valor da consumação no pesque-pague.
É rápido para pescar um peixe, o funcionário te entrega uma bolinha de massinha (à base de ração) de cor marrom clara, que deve ser preparada a base de ração, vc coloca no anzol e joga lá, em pouco tempo vc sente o peixe puxando o anzol, só puxar e pronto. Só não pesca ainda mais rápido porque o anzol não tem o “estanho” (como se fosse uma bolinha de chumbo) o que mantem a linha mais esticadinha e deixa mais fácil o controle do anzol dentro da água.
Dá para ver o peixe mordendo no anzol de tão cristalina a água!
                                                           Foto: Érika Mezabarba 
                                                               
O peixe custa R$19,00 o kg, vc pesca, vai colocando os peixes em um saquinho (que fica dentro da água na beiradinha do poço), depois vc leva o saquinho com os peixes nessa casinha: 
                                                              Foto: Érika Mezabarba
                                                           
Na casinha um funcionário simpático e gente boa pesa e limpa os peixinhos, vc sai de lá com os cardumes limpos e em um saco com gelo, serviço de primeira né? Minha mãe adorou saber que não sobraria para ela limpar os peixes!!!! rs

                                             Foto: Érika Mezabarba                                                               
A dica é que vc deixe para pescar por último, vá tirar as fotos, almoçar, se banhar, depois vc pesca para levar os peixes fresquinhos para casa! Ao passar no caixa, existem panfletos com receitas de truta!
                                                  Foto: Érika Mezabarba
Na sombra da para sentir o ventinho gelado o que indica que o inverno ali é bem rigoroso. Jamais apareço ali no inverno kkkkkkk Mas para quem gosta de frio, fica a dica de visitar a Toca da Truta no inverno!!!!
Vá com calçados e roupas confortáveis, roupa de banho caso tenha vontade de se banhar, toalha, chapéu e protetor solar!
Ambiente familiar, relaxante, indico para todas as idades!
Um abraço para toda família da toca da Truta e para o Sr. Francisco!
Parabéns pelo sucesso!Voltarei mais vezes!!!

Contato:
http://tocadatruta.com.br/
https://www.facebook.com/tocadatruta

Localização:
A Toca da Truta é localizada dentro do Parque Nacional do Caparaó, na região do "Pico da Bandeira" próximo à Ibitirama-ES. Com acesso pela BR-101 na divisa de Minas Gerais com o Espírito Santo.
Mapa:
http://tocadatruta.com.br/localizacao.htm

Um comentário:

Obrigada pelo contato!